NBA está suspensa após atleta testar positivo para coronavírus


A temporada da NBA está suspensa por tempo indeterminado. A decisão foi tomada nesta quarta-feira após o pivô Rudy Gobert, do Utah Jazz, testar positivo para o novo coronavírus, o que já havia adiado poucas horas antes o jogo da sua equipe contra o Oklahoma City Thunder, na Chesapeake Energy Arena.

“O resultado do teste (de Gobert) foi relatado pouco antes do jogo entre Utah Jazz e Oklahoma City Thunder. Naquele momento, o jogo foi cancelado. O jogador afetado não estava na arena”, informou o comunicado da NBA.

“A NBA está suspendendo os jogos após o fim da programação desta noite até novo aviso. A liga usará esse hiato para determinar os próximos passos para avançar em relação à pandemia de coronavírus”, acrescentou o comunicado.

Mais cedo, o comissário da NBA, Adam Silver, já havia feito uma teleconferência com os proprietários das 30 franquias para decidir qual rumo tomar. O adiamento da temporada era uma das opções defendida por boa parte das equipes.

Os jogos sem torcida também foram discutidos pelas franquias para dar continuidade na temporada. Tanto que Golden State Warriors e Brooklyn Nets já iriam jogar nesta quinta-feira sem presença de torcedores no Chase Center, por causa da determinação da prefeita de San Francisco.

Nesta quarta-feira, antes da confirmação do teste positivo para COVID-19, Gobert havia sido colocado apenas como dúvida pelo Utah Jazz. Os jogadores das duas equipes realizaram todo o protocolo pré-jogo até que os árbitros decidiram adiar o confronto pouco antes do horário programado para o início.

O locutor do ginásio do Oklahoma City Thunder informou apenas que o jogo pela temporada regular não iria acontecer por “circunstâncias imprevistas” e pediu para os torcedores deixarem o local.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora