Na prorrogação, Itália derrota Porto Rico no Mundial Masculino de Basquete


Marco Belinelli e Danilo Gallinari, com 27 e 22 pontos, respectivamente, foram os destaques da Itália na vitória, deste sábado, sobre Porto Rico, na prorrogação, por 94 a 89, após empate em 83 pontos no tempo normal, pela segunda rodada da segunda fase do Grupo J do Campeonato Mundial de Basquete, disputado na China.

O começo de jogo foi muito ruim para os italianos, que viram os porto-riquenhos abrirem uma vantagem de 24 a 13 ao final do primeiro quarto. Com boa atuação de Alexander Franklin e Gian Clavell, a seleção caribenha aumentou ainda mais sua folga no placar, ao anotar 22 a 13 no segundo quarto. Era um time completamente diferente daquele que perdera na rodada anterior para a Sérvia por 90 a 47.

No primeiro tempo, a Itália acertou apenas oito de seus 27 arremessos. Na disputa de rebotes, a diferença de atuação foi maior ainda: 30 a 12 a favor de Porto Rico. Com isso, os europeus chegaram a ficar 26 pontos atrás no marcador (59 a 33).

Foi neste momento que Alesandro Gentile e Luigi Datome entraram em quadra e começaram a mudar o panorama da partida, a ponto de o terceiro quarto terminar com 64 a 50 para Porto Rico.

O último quarto da Itália foi impressionante, ao marcar 33 a 19. Porto Rico só conseguiu levar a disputa para a prorrogação por causa de um cesta salvadora de Ángel Rodríguez.

Liderados por Belinelli, cestinha com 27 pontos, os italianos entraram concentrados no tempo extra e obtiveram a vitória, que serviu para apagar um pouco a frustração pela não classificação paras quartas de final.

Em outro jogo da rodada deste domingo, a Venezuela se despediu do Mundial sem conseguir alcançar seu objetivo de vencer uma seleção europeia em competições internacionais, ao ser derrotada pela Rússia por 69 a 60. Os destaques do jogo foram o russo Andrey Vorontsevich (17 pontos) e o venezuelano Michael Carrera (19 pontos).

Apesar da vitória, os russos também ficaram de fora das quartas de final da competição, superados por Argentina e Polônia.

Pela disputa do 17º ao 32º lugar, a Coreia do Sul derrotou a Costa do Marfim por 80 a 71, enquanto a Tunísia bateu Angola por 86 a 84.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora