07 de agosto de 2020 Atualizado 17:51

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Esporte

Atualização do Plano São Paulo libera Santos e Oeste a jogarem em casa

Por Agência Estado

10 jul 2020 às 16:07 • Última atualização 10 jul 2020 às 16:51

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), apresentou nesta sexta-feira boas notícias para Santos e Oeste sobre o Campeonato Paulista. Os dois times vão poder receber os próximos jogos da competição em seus estádios após as respectivas regiões onde estão localizados apresentarem melhoras na situação de controle do novo coronavírus dentro do acompanhamento promovido pelo Plano São Paulo.

O governo estadual tem atualizado semanalmente a situação das diferentes regiões de São Paulo através cores para identificar quais áreas estão com melhores indicadores de saúde. Na quarta-feira, Doria afirmou que só poderiam receber os jogos do Campeonato Paulista cidades que figurassem em região delimitada pela faixa amarela, estágio que agora foi atingido tanto por Santos como por Barueri. As duas antes apareciam na fase laranja.

O diretor-executivo de futebol do Oeste, Cidão de Freitas, comemorou a novidade. “Para nós melhora bastante poder jogar em casa. Estávamos esperando essa notícia vinda do governador”, disse. O clube teria de mandar as partidas em outras cidades caso não houvesse a confirmação. “Se não tivesse mudança, nós teríamos de ir para o interior, em uma cidade indicada pela Federação Paulista de Futebol (FPF). Ainda bem que não vamos precisar disso”, afirmou.

O Oeste, porém, deve retomar o calendário em uma partida fora de casa, mas realizada em local diferente do previsto justamente por causa da divisão por cores das regiões paulistas. “Nosso próximo jogo é contra a Inter de Limeira. O mando é deles. Mas lá na cidade ainda não pode ter jogo. Por isso, acho que a partida será disputada no Canindé, em São Paulo”, contou Cidão.

O dirigente contou que o clube realizou recentemente reformas na Arena Barueri para deixar o local preparado para o retorno do Estadual. Inclusive, um dos primeiros jogos que estava previsto na retomada era um do Santos. O time da Vila Belmiro havia pedido para usar o estádio para a partida contra o Santo André, dia 22, mas a ideia deve ser revista agora que o litoral sul de São Paulo evoluiu no combate à pandemia.

Por enquanto, pelo mapa de regiões do Estado, poucos times vivem no momento a condição de poderem mandar os jogos nos estádios originais. Fora os três da capital, Santos, Oeste, Água Santa e Santo André estão liberados. O Santo André, no entanto, não vai receber as partidas porque o Bruno José Daniel virou hospital de campanha para atender pacientes com o novo coronavírus.