26 de junho de 2022 Atualizado 20:32

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Athletico-PR vence Bahia fora de casa e abre vantagem por vaga na Copa do Brasil

Por Agência Estado

22 de junho de 2022, às 21h39 • Última atualização em 22 de junho de 2022, às 22h31

O Athletico-PR ficou com boa vantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil, já que venceu o Bahia, nesta quarta-feira à noite, por 2 a 1, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Todos os gols da partida saíram ainda no primeiro tempo da partida.

Com a vitória, o time paranaense agora jogará por qualquer empate no confronto de volta, marcado para o dia 12 de julho, às 20h30, na Arena da Baixada, em Curitiba. Já o Bahia terá que vencer pela vantagem de um gol para forçar os pênaltis ou por dois gols para garantir a classificação direta.

Além da vaga nas quartas de final, o time classificado garantirá premiação de R$ 3,9 milhões da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O primeiro tempo foi bastante movimentado e com apenas quatro minutos de jogo o Bahia abriu o placar. Lucas Mugni cobrou falta com categoria e acertou o ângulo do goleiro Bento, que ainda tocou na bola antes de ela entrar no fundo das redes, animando o bom público nas arquibancadas.

Só que a reação do Athletico-PR foi imediata. Aos nove minutos, Khellven recebeu pelo lado direito e cruzou na área para Christian, que ainda teve tempo de dominar e finalizar com precisão. Foi apenas o terceiro gol do volante no ano, ele que foi novidade na escalação.

A partida seguiu equilibrada, mas em uma falha individual o Athletico-PR virou o placar. Aos 20, Luiz Henrique tentou lançamento, escorregou e entregou a bola nos pés de Khellven. O lateral invadiu a área e tocou para Pedro Rocha, que só teve o trabalho de empurrar para as redes.

A virada obrigou o Bahia a se expor mais em campo e o empate quase saiu aos três minutos do segundo tempo, quando Davó deu ótima assistência para Radallega dentro da área e o atacante finalizou rasteiro para defesa de Bento, desperdiçando ótima oportunidade.

O Athletico-PR teve postura cautelosa, apostou nos contra-ataques e poderia ter feito o terceiro gol aos 32 minutos, quando Pedrinho tabelou com Matheus Babi e finalizou colocado. O goleiro Danilo Fernandes fez defesa incrível, evitando prejuízo maior ao Bahia até o apito final.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 1 X 2 ATHLETICO-PR

BAHIA – Danilo Fernandes; Douglas Borel (André), Ignácio, Luiz Otávio e Luiz Henrique (Djalma Silva); Patrick de Lucca (Raí Nascimento), Rezende, Daniel e Lucas Mugni (Lucas Falcão); Rodallega e Davó (Vitor Jacaré). Técnico: Guto Ferreira.

ATHLETICO-PR – Bento; Khellven, Pedro Henrique (Matheus Felipe), Nicolás Hernández e Abner Vinicius; Hugo Moura, Christian (Pedrinho) e Terans (Léo Cittadini); Pedro Rocha (Erick), Pablo (Matheus Babi) e Cuello. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

GOLS – Lucas Mugni, aos 4; e Christian, aos 9; e Pedro Rocha, aos 30 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Braulio da Silva Machado (SC).

CARTÕES AMARELOS – Douglas Borel, Rezende, Daniel, Rodallega e Vitor Jacaré (Bahia); Nicolás Hernández e Hugo Moura (Athletico-PR).

PÚBLICO – 20.484 pagantes.

RENDA – R$ 345.634,00.

LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Publicidade