13 de julho de 2024 Atualizado 11:57

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Andreas Pereira diz que Brasil tem de ‘atropelar’ Uruguai para mirar título da Copa América

Por Agência Estado

04 de julho de 2024, às 21h22 • Última atualização em 05 de julho de 2024, às 08h45

O meio-campista Andreas Pereira quer uma seleção brasileira imponente no jogo deste sábado, diante do Uruguai, pelas quartas de final da Copa América, para afastar qualquer tipo de desconfiança em relação à busca pelo título do torneio de seleções. Em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira, ele afirmou que a partir de agora a equipe comandada por Dorival Júnior só terá grandes jogos pela frente.

“Para ganhar, vamos ter que atropelar (o Uruguai) e fazer tudo nesse sentido para vencer. Vamos focar mais nos nossos detalhes, nos erros que cometemos. Grandes jogos são sempre importantes e sei que do lado de lá, eles encaram o Brasil como pedreira”, afirmou o jogador.

Classificada em segundo lugar no Grupo D com uma vitória e dois empates, a campanha da seleção foi questionada pelos jornalistas. Para Andreas Pereira, o elenco está ciente do que foi apresentado até aqui e não vê essa desconfiança como problema.

“Estamos acostumados com essa pressão. Sabemos da responsabilidade. Já são 36 dias juntos. Estou mais com os jogadores do que com a minha família. Criamos um grupo de amigos e isso vai ser importante nesses jogos de mata-mata. O grupo está bem preparado.”

A ausência de Vini Jr, suspenso, foi citada como Andreas Pereira como um obstáculo a ser superado. No entanto, o volante do Fulham, da Inglaterra, afirmou que Dorival Júnior tem o plantel na mão e treinou várias opções táticas que podem ser utilizadas contra os uruguaios.

“O Vini é um jogador muito importante. Claro que vamos sentir falta dele no jogo. Mas estamos nos preparando para jogar de acordo com quem entra. A gente tem formas de jogar com falso 9, ou com dois 9 fixos. O Uruguai é qualificado, mas nosso meio-campo é muito bom também. Estamos bem tranquilos”, disse.

Diante de um rival tão tradicional e que fechou a fase de grupo com 100% de aproveitamento (venceu seus três compromissos), Andreas comentou sobre o que se pode esperar do confronto.

“Vai ser um jogo bem pegado. Vamos fazer o possível para ficar com a bola e deixar eles correrem. Precisamos melhorar em todas as coisas que estamos fazendo para conseguirmos o nosso objetivo”, comentou o jogador.

Publicidade