Em busca da qualidade de vida

Prefeito Denis Andia afirma que a promoção da qualidade de vida deve ser a principal meta para os próximos anos na cidade que aniversaria este mês


A qualidade de vida dos moradores de Santa Bárbara d´Oeste é prioridade para o município, na visão do prefeito Denis Andia (PV). Na sua avaliação, a cidade chega aos 200 anos reorganizada e preparada para os tempos futuros. Ele destaca que o desenvolvimento de uma cidade requer aperfeiçoamentos constantes e para cada etapa concluída abre-se uma nova perspectiva de oportunidades e desafios. “As prioridades sempre foram e continuarão sendo os serviços essenciais ao bem-estar da população, com o permanente investimento na Saúde, Educação e Segurança. Muito já avançamos nessas áreas, mas novos passos serão sempre necessários, assim como o desenvolvimento estrutural através do transporte, sistemas viários e espaços dedicados ao bem-estar e convívio das pessoas”.

Neste aniversário da cidade, Andia conversou com o LIBERAL e falou sobre o futuro do município, sua importância dentro da RPT (Região do Polo Têxtil) e o que os barbarenses têm para comemorar nesse bicentenário.

Foto: Divulgação
Prefeito destaca que o desenvolvimento de uma cidade requer aperfeiçoamentos constantes e para cada etapa concluída abre-se uma nova perspectiva de oportunidades e desafios

Ao chegar aos 200 anos quais as prioridades de Santa Bárbara, na avaliação do senhor?
Acredito que as prioridades de qualquer município ou governo sejam sempre promover a qualidade de vida das pessoas. No meu entendimento isso se dá através de uma educação de qualidade que permite a formação de gerações melhores capacitadas para as oportunidades da vida, assim como acesso aos serviços de saúde, sobretudo os preventivos, para que as pessoas permaneçam saudáveis. Além disso, é fundamental que as famílias possam desfrutar de ambientes de tranquilidade dentro dos seus bairros, próximas de espaços que permitam o convívio saudável.

O que os barbarenses têm para comemorar neste aniversário da cidade?
Santa Bárbara d’Oeste é um município que tem buscado se aperfeiçoar todos os dias. É uma evolução constante. Ao longo dos últimos anos conseguimos reestruturar e avançar em todas as frentes necessárias e prioritárias. Foi assim na significativa melhora na qualidade do ensino municipal, que saiu de um patamar intermediário para cumprir hoje um papel de protagonismo regional. Avançamos muito também na estruturação física e humana na área da Saúde, que passou a contar com diversas novas unidades de atendimento. Ao completarmos 200 anos temos hoje uma cidade devidamente organizada e muito mais funcional.

Foto: João Carlos Nascimento - O Liberal
O prédio da prefeitura Municipal, na Avenida Monte Castelo é um dos cartões postais da cidade que completa dois séculos da fundação

Na avaliação do senhor, o que os moradores podem esperar da cidade a curto e médio prazo?
Depois dessa ampla reestruturação que a cidade tem presenciado nos últimos anos, em todos os setores, hoje estamos cada vez mais preparados para qualificação e ampliação dos serviços prestados ao cidadão. Creio que eliminamos diversos dos gargalos que impediam o crescimento qualitativo. Esse é o resultado de um trabalho feito com planejamento, responsabilidade e organização. Ainda temos dois anos pela frente e continuaremos a nos dedicar com o entusiasmo que chegamos até aqui.

A identidade do município sempre foi muito associada às usinas e cana de açúcar. Com o fechamento da última usina neste ano, qual identidade a cidade constrói a partir de agora?
A economia de Santa Bárbara d’Oeste há tempos desvinculou-se da produção sucroalcooleira. Nosso parque industrial é extremamente diversificado e acolhe grandes empresas de vários setores importantes à economia nacional.

Qual contribuição de Santa Bárbara para a Região do Polo Têxtil?
Vivemos em uma região onde as cidades são conurbadas e o cotidiano das pessoas é entrelaçado de diversas formas. Acredito que os nossos esforços no desenvolvimento da educação, nos cuidados com o meio ambiente, na reestruturação, sobretudo da saúde preventiva, na eficiência do transporte e no uso da tecnologia a serviço da segurança, são boas referências que externamos aos nossos vizinhos, assim como nos espelhamos nas boas referências regionais em diversas áreas.

Foto: Aluisio Bertalia - Divulgação
Cidade chega aos 200 anos reorganizada e preparada para os tempos futuros

Para o senhor, o que é ser barbarense?
Ser barbarense é sobretudo amar e respeitar essa cidade. Tratá-la com bem-querer, reconhecer nossos desafios e trabalhar para superá-los com serenidade e responsabilidade.

Prefeitura e Correios lançam selo comemorativo

O Museu da Imigração recebeu no último dia 21 de novembro um evento muito especial. Foi lançado ali, naquele espeço histórico, o selo personalizado e o carimbo postal comemorativo alusivos aos 200 anos de Santa Bárbara d’Oeste, em cerimônia que contou com a presença do prefeito Denis Andia, autoridades municipais, representantes dos Correios e sociedade civil.

Foto: Prefeitura de S. Bárbara - Divulgação
O selo é uma peça filatélica produzida pelos Correios e será utilizado em correspondências emitidas pela Prefeitura

O selo e o carimbo apresentam a logomarca dos 200 anos, com cores e traços da bandeira do Município e a trajetória de Santa Bárbara d’Oeste entre os anos da fundação, 1818, e este 2018. O selo é uma peça filatélica produzida pelos Correios e será utilizado em correspondências emitidas pela Prefeitura, enquanto o carimbo postal estampará todas as correspondências da agência local dos Correios até o próximo dia 20 de dezembro.

Na ocasião, o prefeito Denis Andia lembrou de histórias de sua vida durante o discurso. Ainda garoto, era um colecionador de selos, com álbuns guardados até hoje. “Eu tinha sorte, porque tive uma tia freira, que trabalhou no Vaticano. Ela recebia cartas do mundo inteiro e guardava selos, enviando sempre uma carta para Santa Bárbara, endereçada à minha mãe, com os selos para mim”, lembrou o chefe do executivo.

Na mesma ocasião, o gerente de vendas dos Correios na região de Campinas, João Roberto Gasparino, lembrou sua relação familiar com a cidade. “Tenho parentes que vieram para Santa Bárbara, atraídos pela pujança da cidade. Depois de quase meio século é um orgulho participar de um evento, que reforça tudo o que já ouvi da cidade”, comentou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!