Unicamp apresenta opereta nesta sexta-feira

"O Morcego", a nova produção operística da Unicamp, estreia no Theatro Municipal de Paulínia nesta sexta e vai até domingo


Um quiproquó. Ou seja, uma confusão danada. Daquelas que acabam na delegacia de polícia. Mas um quiproquó suave, dançante, alegre, engraçado. É assim que a gente pode descrever um pouco da montagem de “O Morcego”, a nova produção operística da Unicamp, que estreia no Theatro Municipal de Paulínia.

Foto: Antonio Scarpinetti / Divulgação
Opereta será encenada nesta sexta, sábado e domingo

A montagem foi patrocinada pelo Grupo Gestor de Benefícios Sociais (GGBS) da Unicamp e tem o apoio da Prefeitura Municipal de Paulínia e da Sanasa Campinas.

Tudo começou com a ideia de encontrar uma peça festiva e com bastante presença de canto coral para a comemoração dos dez anos do Coro Contemporâneo de Campinas, parceiro na realização do espetáculo da Osu (Orquestra Sinfônica da Unicamp), do Ópera Estúdio Unicamp e do Coral Unicamp “Zíper na Boca”.

“O Morcego”, do compositor austríaco Johann Strauss Filho caiu como uma luva. “É a opereta que costuma ser feita na virada do ano em muitas casas de ópera pelo mundo”, acrescenta o professor da Unicamp e diretor geral do espetáculo Angelo Fernandes.

“A opereta é música popular da época”, conta a regente e diretora musical Cinthia Alireti.

ACONTECE: “O Morcego” será apresentada nesta sexta-feira e sábado, às 20h, e domingo, às 18h, no Theatro Municipal de Paulínia (Avenida Prefeito José Lozano Araújo, 1.551, Parque Brasil 500). Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) e podem ser comprados em www.alphatickets.com.br.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora