Peça debate obsessão causada pela internet

Montagem fala sobre o uso da tecnologia pela sociedade, com dramaturgia de Daniela Ocampo, e direção de Marcos Caruso


Foto: Vitor Zorzal - Divulgação
Mateus Solano vive um homem que só tem contato social pela web

Após passagem por Campinas na última semana, o espetáculo “Selfie”, com Matheus Solano e Miguel Thiré, vem ao Teatro Municipal Lulu Benencase, em Americana. A apresentação ocorre nesta sexta-feira, às 20h. A montagem fala sobre o uso da tecnologia pela sociedade, com dramaturgia de Daniela Ocampo (roteirista do “Tá no Ar – a TV na TV), e direção de Marcos Caruso.

Reflexões sobre os valores sociais e morais nos meios de comunicação, as relações distorcidas entre pessoas e o que elas buscam com essas exposições, a interferência avassaladora da tecnologia na comunicação em uma época onde mais se tecla do que se fala, pessoas fotografando continuamente a si mesmas, registrando o passo a passo de suas rotinas. Estas observações do comportamento contemporâneo foram o ponto de partida de Mateus Solano e Miguel Thiré para a criação de uma comédia ágil e dinâmica, em que os atores interpretam diversos personagens facilmente reconhecíveis no dia a dia.

“Selfie” é norteada pelo personagem Claudio (Mateus Solano). Ele é um homem superconectado, que desenvolve um sistema para armazenamento de dados pessoais. Porém, um acidente destrói seus planos, e Claudio se torna um homem sem história. A partir daí, é iniciada uma saga em busca da memória perdida. O inventor recorre a onze personagens de sua vida, interpretados por Miguel Thiré, na busca da reconstrução da sua história.

“Refletimos sobre o quanto o celular pode estar nos afastando da vida real e nos aproximando dessa vida virtual, nos deixando de viver as experiências reais. A peça levanta uma mensagem para pararmos para pensar nessa tecnologia extraordinária que mudou o mundo”, observou o ator Miguel Tiré em entrevista ao LIBERAL na semana passada.

Exposição. Apesar do título remeter aos registros fotográficos, não é só sobre este elemento tecnológico que os atores refletem. “‘Selfie’, esse vício de estar se expondo nas redes sociais frequentemente, é um demonstrativo de como estamos egóicos, como estamos pensando em si, como a mídia está nos influenciando a pensarmos individualmente. É uma coisa que tem que tomar cuidado”, completou.

Acontece. A peça “Selfie” será encenada nesta sexta-feira, às 20h. Os ingressos custam entre R$ 35 e R$ 100. O Teatro Municipal Lulu Benencase fica na Rua Gonçalves Dias, 696, Jardim Girassol. Informações pelo telefone 3461-3045.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!