Em cartaz há 60 anos, espetáculo ainda se mantém atual

Peça "Eles Não Usam Black-Tie” chega neste sábado ao Teatro Iguatemi, em Campinas


Comemorando 60 anos, o clássico da dramaturgia brasileira “Eles Não Usam Black-Tie” chega neste sábado ao Teatro Iguatemi, em Campinas. Com texto de Gianfrancesco Guarnieri, a peça foi montada pela primeira vez no Teatro de Arena, no mesmo ano de sua publicação, 1958. À luz do cotidiano, o autor transcreve questões sociopolíticas vividas por Tião (Kiko Pissolato), personagem que o próprio autor viveu na montagem do Arena. Diretor da adaptação, Dan Rosseto vê paralelo entre sua trajetória e a do protagonista da trama.

De um lado Otávio (Adilson Azevedo) e outros operários estão organizando uma greve, em busca de melhores condições de trabalho. Do outro, Tião que não deseja participar desse motim e busca uma vida segura ao lado de sua noiva, Maria (Luiza Curvo). No meio do fogo cruzado, está Romana (Teca Pereira), a mãe de Tião, uma mulher corajosa e massacrada pela vida.

Foto: Divulgação
Montagem estreou em 1958, chegando aos cinemas 20 anos depois

A história revela, como primeira instância, a organização da paralisação, com suas posições ideológicas, morais e divergentes para cada personagem, o que faz com que as discussões entre pai e filho sejam frequentes. Num plano abrangente, estão apoiadas relações familiares como: gravidez, casamento, educação e religião. No foco dos holofotes uma família humilde, mas não menos digna, refletindo o espelho de uma camada social que abrange milhões de brasileiros. A obra tem como pano de fundo reflexões sobre a frágil condição humana, sobre os homens e seus conflitos, trazendo um verdadeiro um debate entre a coletividade e o individualismo, simultaneamente cru e sensível.

“O teatro é o meu lugar de protesto. É no palco que eu levanto temas atuais para provocar a reflexão do público e assim gerar uma discussão para quem sabe uma mudança de pensamento e evolução”, afirma o diretor.

Dan considera o palco como uma “poderosa forma de protesto” e Guarnieri como alguém que deu força e voz a personagens comumente não ouvidos. “A família é um excelente objeto de estudo para questões morais. Ao mandar o Tião embora de casa por pensar diferente, me aproximo de gays que são expulsos de casa por assumirem e exercerem a sua sexualidade; de artistas natos que decidem viver sua verdade através de sua inquietação; e de tantos outros que divergem do pensamento coletivo que nos ensina a pensar como massa”, compara.

Para ele, a marginalização de segmentos sociais diz muito sobre aqueles que criam tal segregação. “Como amar ao próximo se não conseguimos nos amar e muito menos dialogar com o nosso íntimo?”, questiona.

ACONTECE: O espetáculo “Eles Não Usam Black-Tie” será apresentado neste sábado, no Teatro Iguatemi, em Campinas, a partir das 21h30. Os ingressos custam R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia) e podem ser comprados em www.ingressorapido.com.br. O teatro fica na Avenida Iguatemi, 777, Vila Brandina.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!