Comédia faz sátira sobre as manias do ser-humano

Eduardo Sterblitch e Renata Gaspar dão vida a mais de 60 personagens na peça “Tio”, que chega ao Teatro Iguatemi Campinas


O ser humano nasce e, conforme vai crescendo, vai sendo condicionado a seguir determinadas normas éticas e morais já estabelecidas pelas pessoas que estavam aqui antes. Mas e se existisse uma outra sociedade, em outro planeta, que pudesse enxergar essas formas de conviver que temos?

No espetáculo “Tio”, que tem estreia nacional neste final de semana, no Teatro Iguatemi Campinas, Eduardo Sterblitch e Renata Gaspar dão vida a mais de 60 personagens para mostrar o quão engraçado e até ridículos soariam certas formas de agir do ser humano sob o ponto de vista de extraterrestres.

Foto: Lourenço Parente
Atores Eduardo Sterblitch e Renata Gaspar fazem mais de 60 personagens durante as quase duas horas no palco

Na comédia, os intergalácticos procuram ensinar os turistas interplanetários como os seres humanos se relacionam, pensam, agem e vivem para que possam ter uma experiência da civilização terrestre.

Os esquetes abordam temas como relacionamento e conceitos sobre morte e tempo. “Tentamos entregar uma vitrine de como os humanos pensam e vivem culturalmente e como tem contradições nas ideias. A gente expõe muito essas ideias que já foram idealizadas, imaginadas lá atrás e a gente acaba reproduzindo sem saber o porquê”, explica Renata.

Para ela, o maior desafio é conseguir deixar claro como é cada personagem, já que os figurinos não variam. “A gente não está caracterizado, mas apenas com uma roupa, todo o tempo fazendo mais de 60 personagens, tem que estar muito preciso seu corpo, sua voz e principalmente uma sensação. Teatro é o campo das sensações. Se você está enxergando, o público enxerga”, acrescenta.

Eduardo também reforça que o distanciamento provocado pela peça “ativa mais a consciência”. “A peça fica o tempo inteiro expondo isso e são legais as reações que a gente teve apresentando a peça em ensaios gerais. As pessoas se divertem muito, mas a gente tá rindo da gente. Isso é muito legal’.

Ele conta que a peça é como uma dança do início ao fim. “A peça é quase uma coreografia inteira. Tem muitas marcações de luz. Com certeza é a que mais exige corporalmente, mentalmente, a que mais exige técnica [da minha carreira]”, finaliza.

Os textos são de Veronica Debom e Célio Porto e a direção é de Débora Lamm. Os figurinos são assinados por Marcelo Marques e o próprio Eduardo Sterblitch é responsável pela trilha sonora.

ACONTECE: O espetáculo “Tio” será apresentado nesta sexta-feira, às 21h, sábado, às 21h30, e domingo, às 19h, no Teatro Iguatemi Campinas (Avenida Iguatemi, 777, Vila Brandina). Os ingressos custam R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia) e podem ser adquiridos no site www.ingressorapido.com.br e nas bilheterias.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora