Sectur anuncia retorno do Projeto Raízes neste ano

Projeto percorre pontos tradicionais de Americana, marcos da formação cultural e socioeconômica, com o objetivo de resgatar a memória


Voltado para crianças do ensino fundamental, de 9 a 11 anos, o Projeto Raízes, realizado pela Sectur (Secretaria de Cultura e Turismo) de Americana em parceria com a Secretaria de Educação, retomou as atividades e está recebendo agendamentos de escolas da cidade.

Foto: Marilia Pierre - Prefeitura de Americana.JPG
Casa de Cultura Herman Müller

O projeto faz um roteiro histórico, turístico e pedagógico com grupos escolares formados por até 30 alunos. São percorridos pontos tradicionais de Americana, marcos da formação cultural e socioeconômica, com o objetivo de resgatar a memória e valorizar o patrimônio histórico, artístico e arquitetônico da cidade, fazendo com que os alunos envolvidos no projeto reconheçam a importância desta preservação.

Em 2018, a programação teve alterações porque a Casa de Cultura Herman Müller e o Casarão do Salto Grande foram incluídos nas áreas classificadas de risco para a febre maculosa.

“Nós criamos três novos roteiros que não vão ter esse problema [com a febre maculosa]. Onde não podemos entrar por enquanto, por causa da febre maculosa, passamos pelo menos na frente, e dentro do próprio ônibus são realizadas as explicações”, explica Fernando Giuliani, secretário de Cultura e Turismo.

“O mote principal é o do valor do resgate da memória, da importância do resgate, por isso que estamos atrás de restaurar e preservar estes patrimônios. Os monitores do projeto trabalham com recursos lúdicos, com dramatização e dinâmicas, tornando a abordagem do tema mais atraente, utilizando linguagem diferenciada”, acrescenta o chefe da pasta.

TRADICIONAL. O projeto foi criado nos anos 1990 por historiadores de Americana. Depois de ficar inativo por cerca de dois anos, foi retomado em 2016. Entre as histórias abordadas, estão a chegada dos primeiros imigrantes, o surgimento do Parque Ideal e o desenvolvimento da cidade.

O roteiro para as escolas públicas é dividido em dois dias, com duração de duas horas cada. Todos os itinerários iniciam e terminam no CCL (Centro de Cultura e Lazer), que fica à Avenida Brasil, 1.293, no Jardim São Paulo. As inscrições das escolas podem ser feitas pelo e-mail raízes.projetoraizes@gmail.com ou pelo telefone (19) 3408-4800.

Foto: Marilia Pierre - Prefeitura de Americana.JPG
A Avenida Brasil é um dos locais por onde os estudantes passam e conhecem a história

Roteiros do Projeto Raízes

Roteiro 1

  • Passando em frente ao Cemitério da Saudade
  • Portal
  • Casarão Salto Grande e Casa Hermann Müller

Roteiro 2

  • Avenida Brasil e Parque Ideal
  • Praça Comendador Müller – Biblioteca
  • CLL – Mac (Museu de Arte Contemporânea)

Roteiro 3

  • Com duração aproximada de quatro horas, foi montado para as escolas particulares. Abrange todos os pontos, sendo o lanche no CCL, após o término do passeio.
LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!