04 de dezembro de 2020 Atualizado 19:00

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Cultura

Produtores de James Bond e primeira-ministra da Escócia lamentam morte de Connery

Por Agência Estado

31 out 2020 às 11:24 • Última atualização 31 out 2020 às 15:43

Após a confirmação da morte de Sean Connery pela EON Productions, produtora da franquia James Bond, a repercussão da notícia abalou fãs nas redes sociais e grandes personalidades também lamentaram o falecimento do ator.

Os produtores Michael G. Wilson e Barbara Broccoli afirmaram estar devastados com a morte de Connery. “Ele foi e deverá sempre ser lembrado como o James Bond original, cuja entrada indelével na história do cinema começou quando ele anunciou aquelas palavras inesquecíveis: ‘Meu nome é Bond… James Bond'”, disseram em um comunicado.

Para os profissionais, Conner revolucionou o cinema com seu retrato corajoso e espirituoso de um agente secreto sexy e carismático. “Ele é, sem dúvida, o grande responsável pelo sucesso da série de filmes de James Bond e seremos eternamente gratos a ele”, concluíram.

Nicola Sturgeon, primeira-ministra da Escócia, também se pronunciou e disse estar de “coração partido” com a morte de Sean Connery.”Nossa nação, hoje, lamenta a morte um de seus filhos mais amados”, disse em um tuíte.

Connery foi o primeiro a fazer o papel de James Bond da franquia. Durante sua carreira, protagonizou sete filmes como o agente secreto, que se tornou um sucesso do cinema e permitiu que outros atores se vangloriassem pela sucessão e, consequentemente, homenagem ao ator escocês.

Nomes como Pierce Brosnan e Daniel Craig atingiram ponto alto de suas carreiras justamente pelas atuações na franquia. Por isso e por várias outras películas, o legado de Sean Connery nas telonas é enorme.

(Com AP)

Publicidade