20 de junho de 2021 Atualizado 19:27

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura

Paixão nacional

Com o mundo do futebol como pano de fundo, a série “Galera FC” mostra os bastidores da vida de uma superestrela dos gramados

Por Caroline Borges - Tv Press

09 Maio 2021 às 09:28

A série narra a trajetória da superestrela do futebol mundial, Elton Jr., interpretado por Maicon Rodrigues - Foto: Divulgação - Tnt

O futebol vai muito além de um esporte de massa no Brasil. A modalidade também é um celeiro de histórias surpreendentes de sucesso, superação, dificuldades e fracassos retumbantes. Com as trajetórias desses profissionais tão populares e escancaradas na mídia, a série “Galera FC”, que estreia amanhã, dia 10, na TNT, usa o humor para jogar luz não só no midiático jogador de futebol, mas também em todo o vasto entorno desses atletas internacionais no ambiente extra-campo.

“Ficamos atraídos por contar a história de um jogador de futebol. É algo que acompanhamos tanto, mas que nunca paramos para ver o seu ponto de vista. Alguém que desde muito jovem tem de se dedicar ao trabalho e acaba sendo o arrimo de muita gente. E é a história não só do jogador, mas do universo que se forma em volta: o empresário, os patrocinadores, os jornalistas, etc…”, explica Silvia Fu Elias, que ocupa o cargo de Diretora Sênior de Conteúdo da Warner Media Brasil.

“A série traz a questão familiar e também a questão do popstar. Nosso protagonista poderia ser um cantor, um galã de novela ou sertanejo famoso. O futebol, no entanto, sempre foi uma temática muito próxima da Warner Media. Tínhamos o Esporte Interativo e agora temos o TNT Sports. A gente vê de perto impacto do futebol”, completa.

Coprodução de A Fábrica e Warner Media, a série narra a trajetória da superestrela do futebol mundial, Elton Jr., interpretado por Maicon Rodrigues. No auge da carreira, ele decide deixar os campos e pendurar as chuteiras. Passando por uma crise de identidade, Elton vai tentar sabotar a própria carreira, criando situações, nem sempre bem-sucedidas, para forçar o rompimento de seu contrato milionário no futebol europeu.

“Tenho muitos amigos que jogam futebol, alguns profissionais, morando até fora do Brasil, outros jogam aqui. Eu sinto que o Elton tem um pouco de cada um (dessas referências). Não exatamente de cada um, mas em alguns pontos, pelo fato do estrelato, da potência desse jovem atleta mega badalado. Usei isso para poder construir visualmente o estilo de quem é esse cara, nas roupas, nas atitudes, essa coisa bem moleque”, afirma Maicon.

No entanto, Elton terá dificuldades para deixar os gramados. Isso porque sua mãe Idalice, interpretada por Dadá Coelho, seu agente e seus “parças” vão fazer de tudo para impedi-lo. “Não sou muito do universo do futebol. Confundo Vasco com Botafogo (risos). Então, fiz uma construção baseada no afeto. O brasileiro tem muito do afeto e da superproteção. Isso aparece na relação familiar da Idalice”, ressalta Dadá.

O elenco também conta com Flavio Pardal, Leo Bahia, Bernardo Marinho, André Luis Miranda, Kaysar Dadour, Natalia Rosa e Carol Garcia. Além disso, o grupo de humor Os Melhores do Mundo faz uma participação especial no começo de cada um dos oito episódios. Ricardo Pipo, Victor Leal e Jovane Nunes vivem um trio de comentaristas do fictício programa “Bom Dia Futebol”.

“A mesa redonda funciona como uma espécie de coro grego no início dos episódios. Eles relembram o que aconteceu no episódio anterior. Já trabalhei com o grupo em outros projetos e sou um grande fã. Conseguimos filmar a participação deles em um único dia”, relembra Luiz Noronha, que assina a direção da série ao lado de Claudia Castro.

Segunda temporada
Gravada antes da pandemia, a série “Galera FC” já tem uma segunda temporada confirmada. As gravações, no entanto, aguardam a queda nos números de casos de Covid-19 no Brasil. Enquanto não podem retornar aos estúdios com segurança, a equipe de roteiristas tem se dedicado ao texto da nova leva de episódios.

A ideia é retomar os trabalhos quando os protocolos de higiene forem menos rígidos. “Tem muita coisa sendo filmada agora? Sim. Poderíamos gravar com os protocolos, mas iríamos abrir mão de muita coisa ou ter de recorrer a truques de edição. Meu sonho é a segunda temporada sair junto com a Copa do Mundo de 2022. Ia dar para ver quase o Elton em campo no Catar”, torce o diretor.

Publicidade