Ozzy Osbourne provou bacon vegano e achou parecido com pele ‘alienígena’


O cantor Ozzy Osbourne, que recentemente foi diagnosticado com doença de Parkinson, comentou sobre a sensação que teve ao experimentar um bacon vegano, que, segundo ele, “parecia prepúcio alienígena”. Ozzy tocou no assunto em uma entrevista para a NME, publicada na última sexta-feira, 21.

Ozzy revelou que provou a comida após ser incentivado pela filha, Kelly, quando foi a um restaurante vegano que vendia café da manhã. “Eu olhei para o menu e tinha bacon com ovos mexidos. Eu pensei, “não tem como dar errado”. O bacon chegou e era a p***a de um quadrado com pedaços rosa. Parecia um prepúcio alienígena”, disse ele, fazendo referência à pele que cobre a região do pênis.

Ele disse que a filha, e os amigos que acompanhavam os dois, chegaram a elogiar a comida, dizendo que ela era boa e não tinha glúten, mas Ozzy rebateu dizendo que “o bacon não tinha comida!”.

A experiência foi uma das inspirações de Ozzy para a música Eat Me, que faz parte do mais novo álbum solo do cantor, Ordinary Man. Outra influência para a faixa foi o caso de Armin Meiwes, um canibal alemão que achou uma pessoa na internet que se ofereceu para ser comida.

As inspirações de Ordinary Man

Na entrevista, Ozzy também falou sobre a maneira como o novo álbum o influenciou. O cantor foi recentemente diagnosticado com o PRKN2, um tipo de Parkinson, além de ter passado por diversas cirurgias em 2019. Ele também chegou a cancelar uma turnê na Europa e outra na América do Norte.

“Eu estava me sentindo mal por mim, miserável e em agonia. Eu nunca fiquei parado por um ano na minha vida, e ainda com muita dor para completar … Se o álbum não for um grande sucesso está tudo bem, mas ele muito possivelmente foi um dos mais importante que eu já fiz, porque ele salvou minha vida”, relatou Ozzy.

Perguntado sobre algumas inspirações para o álbum, Ozzy revelou que a música Today Is The End fala sobre massacres em escolas causados por armas de fogo. Já Holy For Tonight é sobre um homem que está na fila para ter sua pena de morte executada.

Com a participação de Elton John, a faixa principal do álbum, Ordinary Man, fala sobre o desejo de não morrer como um “homem comum”. Apesar das referências à morte, o cantor negou que o tom do álbum tenha sido determinado apenas pelo ano difícil que teve. “Eu sempre escrevo minhas melhores canções quando são sobre a morte”, conclui Ozzy.

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora