Sesi Americana recebe show tributo a Cássia Eller

Cantora Frann Azalim revela afinidades musicais e pessoais com a intérprete que é uma referência para as novas gerações


Para a cantora Frann Azalim, Cássia Eller não ganhou o título de artista rock ‘n’ roll por seu estilo musical. Influenciada por diversificados de gêneros, de Chico Buarque a Édith Piaf, Cássia tinha atitude em suas interpretações artísticas e posturas como pessoa. E esse foi o fator preponderante para que Frann decidisse criar um projeto de tributo àquela que eternizou em sua voz clássicos como “Malandragem” e “Segundo Sol” e deu nova cara a canções de outros artistas, como “Por Enquanto” (Renato Russo).

Um show em homenagem a Cássia será realizado neste sábado, a partir das 16h, no Sesi Americana, com entrada gratuita.

Foto: Divulgação
Frann Azalim canta hits que marcaram a carreira de sua maior referência

Para Frann, o primeiro passo para um projeto como esse é ter afinidade com o artista escolhido.

“Primeiramente você tem que gostar e ter admiração pelo artista escolhido. E depois, lógico, afinidades e características musicais. A Cássia Eller sempre teve um jeito de cantar forte, bem pra fora, liberta, e isso me chamava a atenção porque eu também tenho essa característica e gosto de cantar desse jeito”, explica.

Então, ela partiu para um processo de pesquisa de discos e da história da cantora e a “redescobriu”. “Eu percebi que a Cássia Eller não tem rótulos. Ela é rock ‘n’ roll porque a atitude dela é rock ‘n’ roll. E a atitude dela expunha o que ela era como artista. Ela cantava Chico Buarque, Caetano Veloso, cantava Nação Zumbi e tudo que ela cantava, por mais sutil que fosse, ganhava uma coisa dela, uma força”, define.

Até as escolhas e lutas pessoais foram levadas em consideração nesse processo, como o fato de Cássia ter sido bissexual. “Eu sou LGBT. É lógico que quando você faz parte de uma minoria você também fica feliz de ver uma pessoa que também faz parte do seu grupo ou da sua realidade também se destacar no meio musical e no meio artístico. Ela conseguiu. É possível, mesmo tendo preconceito. Isso também me chamou a atenção”, avalia.

Sobre o repertório deste sábado, a cantora o define como uma escolha por música populares. “Minha intenção foi que o povo se sentisse abraçado com as músicas, sentisse que faz parte. Usei muita coisa do Nando Reis. Eu diria até que é um tributo Cássia Eller e Nando Reis”, adianta.

Completam a banda André Gomez (guitarra, violões e vocais), Edilson Rosa (teclado e vocais), Ricardo Nardicci (contrabaixo) e Felipe Germano (bateria).

ACONTECE: O show de Frann Azalim em tributo a Cássia Eller acontece a partir das 16h deste sábado no Sesi Americana, que fica na Avenida Bandeirantes, 1.000, Machadinho. A entrada é gratuita.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora