Karin Hils lança single e se prepara para Donna Summer


A temporada nem bem começou e a atriz e cantora Karin Hils já tem muita história para contar. Nesta sexta-feira, 17, ela lança seu primeiro trabalho solo com o single Fogo, que chega em todas as plataformas de streaming. Ao mesmo tempo, ela dedica 8 horas de seu dia nos ensaios de Summer: Donna Summer Musical, espetáculo sobre a rainha das pistas, no qual ela vai viver a cantora no topo da carreira, enquanto Jeniffer Nascimento interpretará a jovem Donna – a estreia acontece em 5 de março, no Teatro Santander, e terá direção de Miguel Falabella.

“Quando me aprofundei na história da Donna, eu me identifiquei com vários pontos da carreira dela, especialmente o fato de nunca se incomodar”, conta Karin. “Para ela, o jogo nunca está ganho e, mesmo no auge da carreira, Donna buscou outros papéis.”

Foi o que a convenceu a finalmente iniciar um trabalho solo. É preciso lembrar que Karin Hils já tem muita história para contar. Começou cedo, ainda menina, quando integrou o Rouge, girl group brasileiro criado em 2002 e que alcançou um enorme sucesso. A experiência permitiu que descobrisse o universo do teatro musical, no qual viveu personagens marcantes em Hairspray (2009), Hair (2010) e, principalmente, Mudança de Hábito (2015), no qual repetiu o papel protagonista vivido por Whoopi Goldberg, nos Estados Unidos.

Não satisfeita em estar apenas no palco, Karin fez ainda muitos trabalhos na TV, desde séries na Globo (Pé na Cova e Sexo e as Negas) até novelas no SBT (Carinho de Anjo). Ao avaliar tal trajetória, ela se convenceu. “Eu me dei conta que, depois de 20 anos de carreira, não tinha gravado nada que fosse realmente meu.”

Assim, aliada aos produtores Pablo Bispo, Ruxell e Sérgio Santos, ela iniciou a criação de Fogo, primeiro single de um futuro EP, que deverá contar com outras seis ou sete canções. “Busquei elementos da minha história artística, algo que unisse o pop com o black e o R&B brasileiro. Por isso, Fogo é uma música dançante, com um som sensual.”

A experiência foi transformadora para Karin, que conta ter feito descobertas pessoais. “Eu estava com a cabeça borbulhando de referências e queria dar valor ao que construí como artista. Foi um tanto desesperador, pois não estava acostumada a não trabalhar com um material que não fosse meu, mas percebi que tudo o que me propus a fazer na vida passou a fazer sentido.”

Os próximos singles deverão vir depois da temporada de Summer, cujos ensaios estão na segunda semana. O musical vai mostrar três etapas da vida de Donna Summer, todas recheadas com grandes sucessos como I Feel Love, Love to Love You Baby, MacArthur Park, On the Radio, Bad Girls, She Works Hard for the Money, Hot Stuff e, claro, Last Dance.

“São canções que tocam a alma dos fãs”, comenta Karin, que percebe uma necessidade de apresentar melhor a carreira da cantora americana, que morreu em 2012. “Isso porque percebi que há pessoas, especialmente as mais jovens, que confundem a Donna com a Diana Ross, que é igualmente fantástica, mas é outra cantora.”

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora