Jura Feliz traz show com jazz, bossa nova e MPB ao Beppo

Músico se apresenta com Milson Thomaz e Valéria Cruz no Movimento Juca Jazz


Considerado pela organização como “um dos mais carismáticos e entusiastas músicos da região”, o saxofonista Jura Feliz reúne Milson Thomaz e a cantora Valeria Cruz para uma session no Beppo Juca Jazz, nesta quinta-feira, em Americana. Jazz, Bossa Nova, MPB (Música Popular Brasileira) embalam a noite.

Jurandir Felizberto, o Jura Feliz, é um saxofonista americanense que estudou na Escola Municipal de Música Heitor Villa-Lobos e, aos 17 anos, começou a tocar na Banda Municipal de Americana Monsenhor Nazareno Maggi, onde passeou por diversos ritmos nacionais e internacionais. “A Banda foi uma grande escola e incentivo para minha carreira”, consta o músico, uma das figuras mais populares na cena local. Ele atua em grupos de cerimoniais e apresentações em vários eventos culturais. Acompanha desde o início o Movimento Juca Jazz e sempre é convidado para participações livres e originais, como no Juca Jazz Festival deste ano, e no show de Derico, em 2017.

Foto: Divulgação
Carismático, Jura Feliz se apresenta com Milson Thomaz e Valéria Cruz no Movimento Juca Jazz

Um de seus convidados, o cantor e instrumentista Milson Thomaz soma mais de 30 anos de carreira, integrando vários grupos e bandas. Ele é barbarense e esteve sempre envolvido e desenvolvendo trabalhos com uma geração de grandes músicos como Beto Di Franco, Sérgio Kina e o saudoso Borg Domingues. Músico de muitos ritmos e estilos, tem na Bossa Nova, jazz e Música Popular Brasileira sua maiores influências. Atualmente, é membro do grupo ArteNativa e se apresenta regularmente em solo, em vários eventos.

Valéria Cruz, que reside há seis anos em Americana, é cantora, compositora e instrumentista. Licenciada em música pela Unimes (Universidade Metropolitana de Santos), cresceu ouvindo grupos folclóricos, além do Clube da Esquina, as serestas mineiras e várias outros artistas e estilos, como Tom Jobim, o jazz, a Bossa Nova e o samba. Trabalhou como professora de música e participou de uma série de festivais, sendo premiada em vários deles, com músicas de sua autoria. Foi integrante e fundadora do “Trio das Gerais”, grupo que existe até os dias de hoje, como referência regional.

ACONTECE: A apresentação do trio começa às 20h30, mas o Beppo, que fica localizado na Rua Primo Picoli, 402, Jardim Girassol, abre as portas às 17h30, para o happy hour. O couvert artístico custa R$ 10.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!