Juliano Cezar deixa clipe inédito com música de sertanejo de Sumaré

Cantor faleceu no último dia 31 de dezembro e deixou pronto clipe inédito regravando música do compositor sertanejo Chico Amado


“Mudança”, canção do compositor Chico Amado, de Sumaré, era a aposta do cantor Juliano Cezar para 2020. O sertanejo morreu no dia 31 de dezembro, vítima de parada cardíaca durante show na cidade de Uniflor, no interior do Paraná, mas deixou um clipe inédito interpretando a canção de Amado ao lado de Sérgio Reis.

“Essa canção era o projeto dele do momento. Ele estava com muita expectativa e acreditava que seria o seu sucesso em 2020. Tenho certeza que vai ser, mas o lado triste é que ele não estará aqui curtindo tudo isso”, destaca Amado.

Foto: Divulgação
Juliano Cezar, que estava cheio de projetos para 2020, teve um ataque cardíaco fulminante em pleno palco

O compositor de Sumaré esteve com Juliano Cezar na gravação do videoclipe, duas semanas antes da sua morte, e aparece no making of da filmagem.

“Passei o dia com ele e o Sérgio Reis no estúdio. Quando soube o que havia acontecido, foi difícil acreditar que era verdade”.

A canção “Mudança” é de 2009. Foi escrita por Amado e gravada por ele e pelo irmão, que juntos formam a dupla Chico Amado & Xodó. Há cerca de dois anos, Juliano manifestou interesse em regravar a canção e ao mesmo tempo realizar o sonho de cantar ao lado de Sérgio Reis. “Esse sempre foi um desejo dele. Ele estava muito feliz por isso”.

Foto: Divulgação
Chico Amado tem uma lista de sucessos

A regravação ainda não foi lançada oficialmente, mas o clipe já está no youtube. Natural de Passos, em Minas Gerais, Juliano Cezar residia em Ribeirão Preto. Foi a segunda vez que Juliano Cezar gravou uma música do compositor de Sumaré. A primeira foi “Vida de Peão”, em 2010, escrita especialmente para ele.

“Há pouco tempo estivemos em Ribeirão, participando do programa dele. Nosso relacionamento sempre foi espontâneo e natural, como é com todos os artistas”, diz Amado, que possui mais de 1.300 composições gravadas, muitas delas grandes sucessos na voz de artistas consagrados do mundo sertanejo.

Entre elas, estão “Na Sola da Bota”, sucesso na voz de Rionegro & Solimões, “Vai Dar Namoro” e “Quer Casar Comigo” com a dupla Bruno & Marrone, “O Bicho Vai Pegar” cantada por Edson & Hudson e “Aceita Que Dói Menos”, gravada pelo Trio Parada Dura junto com Marília Mendonça. A lista de cantores é extensa e inclui ainda nomes como Amado Batista, Daniel, Eduardo Costa, Rick & Rener, João Bosco & Vinícius e Roberta Miranda.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora