Festa do Peão vira vitrine para dupla de Campinas

Cantoras Thalita e Vanessa se apresentaram após show de Gustavo Mioto e se preparam para lançar EP de estreia


Os palcos da 33ª Festa do Peão de Americana, que terminou no último domingo, não foram ocupados apenas por músicos consagrados no sertanejo, funk, pagode, música eletrônica, forró e samba. Também serviu como oportunidade para aqueles que buscam seu lugar ao sol no cenário nacional. É o caso da dupla sertaneja campineira Thalita & Vanessa, que se preparam para lançar seu primeiro EP.

“O show da Festa do Peão de Americana foi incrível, a gente recebeu o convite e nos apresentamos no sábado, dia 15. Eu já tinha participado de outros rodeios na minha carreira, no Rodeio de Hortolândia, mas nunca de fato feito um show como esse”, conta Thalita Ebert. 

Foto: Divulgação
 As jovens Thalita e Vanessa posam no palco da Festa do Peão de Americana

Vanessa Alves, que também é violonista na dupla, conta que frequenta rodeios desde a infância, mas que também foi sua estreia no palco de um evento deste porte. “Sentimos uma energia maravilhosa do público que após o show do Gustavo Mioto tomou o espaço onde o palco da ‘Arena 90°’ estava posicionado. Foi realmente incrível!”, celebra.

A dupla está prestes a completar quatro anos de carreira, mas as aspirações para a música tiveram início mais cedo. “Comecei adolescente, de 14 para 15 anos, como backing vocal de uma dupla de Campinas. Comecei a ouvir sertanejo com meu pai, ele é andradinense (MG) e foi aí que eu entendi que eu queria cantar. De lá para cá não parei mais. Cantei solo, tive outras formações de dupla e hoje tenho a dupla com a Vanessa”, conta Thalita. 

Já Vanessa descobriu seu sonho nos karaokês de festas da família, aos 8 anos. “Com 12 anos comecei a cantar na igreja e com 15 anos minha mãe propôs uma festa de aniversário ou um violão. Escolhi o violão e aprendi a tocar com os amigos da Igreja, onde nasceu minha admiração pela música gospel”, conta. Mais tarde, vieram também influências do MPB. 

O primeiro compacto da carreira terá sete músicas e deve ser lançado em agosto nas plataformas digitais. “Algumas autorais, outras de compositores que admiramos. Eu componho, estamos ansiosas em fazer um EP com a cara do nosso público, músicas que tragam a nossa essência, e que possam tocar as pessoas”, adianta Vanessa.

A mistura do sertanejo universitário com estilos que são tendência no mercado atual também deve permear o trabalho de estreia. “A gente sempre brinca que ‘fazer o filho é sempre a parte mais difícil’. A gente tá concebendo sete faixas autorais com um estilo que a gente está aperfeiçoando a cada dia. A gente vai gravar sertanejo com temperos de eletrônicos, funk e muito instrumental diferenciado. Experiência de estúdio mesmo, criando novos sons e novas misturas. As letras são sempre ilustrando o que de fato a gente acredita: amor na vida de todo mundo”, conclui Thalita.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora