Mancha Verde é campeã do carnaval de São Paulo; Vai-Vai é rebaixada

Nas cores verde, branco e vermelho, a escola cantou, sambou e desfilou em homenagem à saga de uma guerreira negra


A Mancha Verde, escola de samba do Palmeiras, é campeã do grupo especial do carnaval paulistano em 2019. A Vai – Vai, escola que mais vezes venceu o carnaval paulistano, foi rebaixada para o grupo de acesso em 2020.

Foto: Sergio Ortiz/Forza Palestrina/Escola de Samba Mancha Verde
A Mancha foi a terceira a desfilar na madrugada de sexta-feira para sábado

A Mancha foi a terceira a desfilar na madrugada de sexta-feira, 1°, para sábado, 2, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo. O grupo entrou na avenida por volta de 1h30.

Nas cores verde, branco e vermelho, a escola cantou, sambou e desfilou em homenagem à saga de uma guerreira negra. O samba-enredo, “Óxala, Salve a Princesa! A Saga de uma Guerreira Negra!”, é um canto às tradições de origem africana: citou maracatu, Iemanjá, África e Zumbi dos Palmares.

Uma ala do grupo fez referência ao Congo como local de escoamento de marfim e outros produtos da região. Logo no primeiro carro alegórico, os destaque eram os elefantes com dentes de marfim e imagens de mulheres negras.

A primeira ala entrou na avenida com fantasias ricas em detalhes com lantejoulas, brilhos e fitas. O verde em diferentes tonalidades dominou o desfile, que reuniu três mil componentes ao todo.

Vai-Vai

No quesito “Comissão de Frente”, a Vai-Vai caiu para a última colocação entre as 14 agremiações na disputa. O grupo do Bexiga não tirou uma nota 10 no quesito avaliado. As duas últimas escolas caem para o grupo de acesso do carnaval de 2020.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!