Três prêmios literários revelam seus vencedores


Três prêmios literários revelaram seus vencedores entre a noite de terça e a manhã de ontem. A temporada de premiações foi aberta com a escolha de Dias Vazios, romance da escritora carioca Barbara Nonato, como o melhor do 4º Prêmio Kindle de Literatura.

Promovido pela Amazon em parceria com a Nova Fronteira, ele paga R$ 30 mil, além de garantir a edição impressa da obra – para participar, os candidatos precisaram publicar suas ficções originais (foram mais de 1.800) na plataforma de autopublicação da Amazon.

Uma curiosidade: Barbara Nonato, que é formada em psicologia, já tinha sido finalista da premiação outras duas vezes. Na primeira edição, com O Lado Oculto do Medo, ela ficou entre os 10 melhores. Na segunda, Pelos Caminhos do Tempo ficou entre os cinco finalistas. Ganhou agora com esta história que acompanha um grupo de nove pessoas, muito amigas na adolescência e quase estranhas na vida adulta. Quando um deles desperta do coma, eles se reencontram e questões e traumas antigos voltam a os assombrar.

O 5º Prêmio Cepe Nacional de Literatura e o 2º Prêmio Cepe Nacional de Literatura Infantil e Juvenil, promovidos pela Companhia Editora de Pernambuco, também reconheceram a literatura produzida por mulheres – elas venceram em quatro das cinco categorias. E três delas ganharam com seus livros de estreia (ou de estreia no gênero em que concorriam).

Vanessa Molnar Maluf ganhou em romance com A Importância dos Telhados. O livro fala sobre Elle, professora recém-aposentada que descobre um câncer e começa a recordar o passado. Nesse momento, surge algo atual que remete à crise do Brasil contemporâneo, culminando em uma reflexão sobre velhice e morte.

Em poesia, a vencedora foi a cearense Zulmira Alves Correia, de 23 anos, com seu livro de estreia As Cartas de Maria. A obra foi criada com base em histórias que a autora ouvia quando menina – sobre muitas Marias diante da seca diária.

Erros, Errantes e Afins, um volume com oito narrativas sobre situações de limite escrito por Emir Rossoni, venceu na categoria contos. Eles vão ganhar R$ 20 mil cada um e terão sua obra publicada pela Cepe Editora até o fim do ano.

Já Viviane Ferreira Santiago ganhou o prêmio infantil pela obra A Biblioteca de Bia, sobre sonhos – sua estreia na literatura para crianças. E Carolina Becker Koppe foi premiada pelo juvenil Contos com Gigantes, sobre gigantes internos e externos. Este é seu primeiro livro. O prêmio para essas duas categorias é de R$ 10 mil, além do lançamento da obra.

Portugal

Aos 78 anos, o escritor angolano Pepetela, um dos principais nomes da literatura africana, venceu por unanimidade o Prêmio Literário Casino Correntes DEscritas, com o livro Sua Excelência, de Corpo Presente, no valor de ¤ 20 mil. Inédito no Brasil, o romance retrata um ditador africano que jaz morto num caixão – mas é capaz de ver e ouvir o que acontece em seu velório e se põe a recordar sua vida e a avaliar os presentes e possíveis sucessores.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora