Escritor Milan Kundera recupera cidadania checa depois de 40 anos


Milan Kundera, autor de A Insustentável Leveza do Ser, recuperou a cidadania checa que foi retirada dele há 40 anos. O embaixador checo na França, Petr Drulak, disse à uma emissora de TV pública checa que entregou uma certidão de cidadania ao escritor na semana passada, em Paris.

Kundera se encontrou com o primeiro-ministro Andrej Babis no ano passado. O escritor de 90 anos fugiu da então Checoslováquia comunista e vive na França desde 1975. Ali, escreveu suas obras mais conhecidas, como O Livro do Riso e do Esquecimento, A Arte da Novela e A Imortalidade.

Suas obras posteriores, escritas em francês, foram traduzidas para o checo. Kundera vive recluso, só viaja para seu país incógnito e jamais fala com a imprensa.

Fonte: Associated Press.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora