Grupo de Folia de Reis da região é convidado a se apresentar em MG

Com 37 anos de existência, companhia hortolandense Rosa dos Anjos se apresentará em encontro de Monte Sião


Com 37 anos de existência, a Companhia dos Santos Reis Rosa dos Anjos, de Hortolândia, vai se apresentar neste domingo em um encontro em Monte Sião, no estado de Minas Gerais, a convite da prefeitura local. O grupo viaja após realizar apresentações aqui na região entre o Natal e o Dia de Reis (6 de janeiro), período simbólico para esta tradicional celebração popular.

A companhia foi fundada em 1982 por Francisco Aparecido Borges, mais conhecido como “Mestre Chiquinho”, e Esequias Barra (já falecido). Atualmente, de acordo com Mestre Chiquinho, o grupo é formado por 18 integrantes, ou “foliões”, como ele ressalta, entre jovens, adultos e idosos (homens e mulheres).

Foto: Divulgação
Com séculos de tradição, Folia de Reis se mantém viva na RPT graças a grupos como o Rosa dos Anjos

Mestre Chiquinho explica que a Folia de Reis é uma festa popular natalina que faz referência à visita dos três reis magos a Jesus Cristo. “Levamos a mensagem sobre o nascimento de Jesus, passando de casa a casa”, explica. A Folia de Reis, também chamada de Festa de Santos Reis ou Reisado, é tradicionalmente celebrada no dia 6 de janeiro. A festa também marca o fim do Natal, com a desmontagem de árvores e presépios.

Nas apresentações da companhia, alguns integrantes fazem a cantoria e outros tocam instrumentos musicais como viola, violão, pandeiro e caixa. Mestre Chiquinho conta que, entre outubro do ano passado e o início deste ano, a companhia realizou visitas às casas de moradores da cidade. Também no início deste ano, a companhia realizou uma confraternização em uma paróquia do Jardim Campos Verdes.

O trabalho da companhia tem alcançado reconhecimento para além dos limites de Hortolândia. Mestre Chiquinho destaca que o grupo tem recebido convites para participar de eventos relacionados à Folia de Reis em outras cidades da região, do interior paulista e de outros estados.

A companhia recebe apoio da prefeitura. O secretário de Cultura, Esportes e Lazer, Francisco Raimundo da Silva, destaca a importância do trabalho da companhia para manter viva a cultura popular no município. “A tradição da Folia de Reis é um dos grandes patrimônios da cultura imaterial da cidade. Graças ao seu trabalho, a companhia também faz um resgate importante da história da cidade”, ressalta o secretário.

Mestre Chiquinho informa que a companhia está aberta para a participação de novos integrantes. Os interessados podem entrar em contato por meio da Secretaria de Cultura, Esportes e Lazer, que fica dentro do Paço Municipal Palácio das Águas, localizado na Rua José Cláudio Alves dos Santos, 585, Remanso Campineiro.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!