29 de junho de 2022 Atualizado 19:50

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Filmes

Dez filmes que destacam o protagonismo feminino

Aproveite o mês de março para conhecer histórias de mulheres reais

Por Isabella Holouka

09 de março de 2021, às 07h52

Mais do que entretenimento, os filmes podem ser uma maneira de conhecer temas com os quais não temos intimidade, além de agregar reflexões, emocionar e inspirar.

Por isso, no mês em que comemoramos o Dia Internacional da Mulher (8 de março), o LIBERAL destaca filmes em que o protagonismo feminino de mulheres reais é a força motriz das narrativas.

Nise – O coração da loucura (2015)

Ao voltar a trabalhar em um hospital psiquiátrico no subúrbio do Rio de Janeiro, após sair da prisão, a doutora Nise da Silveira (Gloria Pires) propõe uma nova forma de tratamento aos pacientes que sofrem da esquizofrenia, eliminando o eletrochoque e lobotomia. Seus colegas de trabalho discordam do seu meio de tratamento e a isolam, restando a ela assumir o abandonado Setor de Terapia Ocupacional, onde dá início a uma nova forma de lidar com os pacientes, através do amor e da arte.
Onde: Youtube ou Google Play

As sufragistas (2015)

O início da luta do movimento feminista e os métodos incomuns de batalha. A história das mulheres que enfrentaram seus limites na luta por igualdade e pelo direito de voto. Elas resistiam à opressão de forma passiva, mas, a partir do momento em que começaram a sofrer uma crescente agressão da polícia, decidiram se rebelar publicamente.
Onde: Youtube ou Google Play

Amelia (2009)

Desde sua primeira aventura na cadeira de piloto, a aviadora americana Amélia Earhart sente que está destinada a vencer grandes desafios. Com início em 1928, ela realiza marcos importantes, como diversos recordes de altitude e velocidade, e torna-se a primeira mulher a sobrevoar sozinha o Oceano Atlântico. Em 1937, Amélia se prepara para seu maior desafio: tornar-se a primeira mulher a dar a volta ao mundo pilotando um avião.
Onde: Disney+

Estrelas além do tempo (2016)

No auge da corrida espacial travada entre Estados Unidos e Rússia durante a Guerra Fria, uma equipe de cientistas da NASA, formada exclusivamente por mulheres afro-americanas, provou ser o elemento crucial que faltava na equação para a vitória dos Estados Unidos, liderando uma das maiores operações tecnológicas registradas na história americana e se tornando verdadeiras heroínas da nação.
Onde: Telecine Play, Youtube ou Google Play

Unidas pela Vida (2013)

Quando Annie Parker descobre que está com câncer, mesma doença que provocou a morte de sua mãe e de sua irmã, ela perde o controle, e sua vida se torna um caos. Decidida a não desistir, ela conta com a ajuda de uma pesquisadora que está tentando provar que o câncer pode ser genético.
Onde: Globoplay

Malala (2015)

Retrato íntimo da ganhadora do Prêmio Nobel da Paz, Malala Yousafzai, que foi perseguida pelo Taliban e severamente ferida por um tiro quando voltava para casa em seu ônibus escolar no Paquistão. A menina, de então 15 anos, foi julgada por defender a educação para meninas, e o ataque a ela provocou protestos de simpatizantes em todo o mundo. Ela milagrosamente sobreviveu e agora é líder de uma campanha global para educação de meninas.
Youtube ou Google Play

A informante (2010)

Kathy Bolkovac (Rachel Weisz) é uma policial norte-americana que aceitou o trabalho de defensora da paz no período pós-guerra da Bósnia. Com o objetivo de ajudar a reconstruir o país, Kathy fica devastada ao descobrir a perigosa realidade de corrupção, encobrimento de fatos, conspiração de empresas privadas e multinacionais com diplomacias de duplo sentido.
Onde: Amazon prime, Youtube ou Google Play

Iris, uma vida de estilo (2014)

O documentário conta a história de Iris Apfel, uma mulher singular, e retrata seu entusiasmo pela moda e arte, que encara como um experimento na vida. Trata-se de um retrato sobre a criatividade, valores e trabalhos éticos durante a Grande Depressão e a importância de manter esses mesmos termos em um mundo repleto de glamour.
Onde: Netflix

A garota dinamarquesa (2015)

Na Copenhague de 1926, os artistas Einar e Gerda Wegener se casam. Gerda então decide vestir Einar de mulher para pintá-lo. Einar começa a mudar sua aparência, transformando-se em uma mulher, e passa a se chamar de Lili Elbe. Com o apoio, ainda que conturbado, da esposa, um Einar deprimido passa por uma das primeiras cirurgias de mudança de sexo da história para tentar se transformar por completo em Lili e recuperar o gosto pela vida.
Onde: Netflix, Youtube ou Google Play

Persépolis (2007)

Marjane Satrapi é uma garota iraniana de 8 anos, que sonha em se tornar uma profetisa para poder salvar o mundo. Querida pelos pais e adorada pela avó, Marjane acompanha os acontecimentos que levam à queda do xá em seu país, juntamente com seu regime brutal. Tem início a nova República Islâmica, que controla como as pessoas devem se vestir e agir. Isto faz com que Marjane seja obrigada a usar véu, o que a incentiva a se tornar uma revolucionária.
Onde: Primevideo

Publicidade