09 de julho de 2020 Atualizado 22:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Tradição

Violeiros de Hortolândia recebem prêmio da Alesp

Orquestra de Viola Caipira de Hortolândia vai ser homenageada no mês de março na sede da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

Por Da Redação

12 fev 2020 às 07:59 • Última atualização 27 abr 2020 às 12:43

A Orquestra de Viola Caipira de Hortolândia é uma das contempladas da 4ª edição do Prêmio Inezita Barroso, que será entregue pela Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) em cerimônia no dia 6 de março, na capital paulista.

O prêmio é concedido a 10 personalidades (físicas ou jurídicas), grupos ou entidades que se destacam por sua contribuição à música caipira de raiz e à cultura sertaneja no Estado de São Paulo. Os premiados são indicados por parlamentares e pela sociedade civil.

Foto: Prefeitura de Hortolândia / Divulgação
Orquestra de Viola Caipira de Hortolândia tem cerca de 30 integrantes

A Orquestra de Viola Caipira de Hortolândia foi criada em 2009 pelos violeiros Mestre Chiquinho, João Batista e Eliseu Teodoro. Atualmente, o grupo é formado por cerca de 30 integrantes, entre homens e mulheres, e conta com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura. Desde sua criação, a orquestra tem seu trabalho reconhecido, com constantes convites para fazer apresentações em outras cidades da região, do interior paulista e até de outros estados do Brasil.

O cantor Mauri Lima, da dupla Mauricio & Mauri, é o atual diretor artístico do grupo. A orquestra tem ainda como maestro o gerente de Cultura da Secretaria de Cultura do município, Tim Mendes.

Ainda neste ano, a Orquestra lança um CD com regravações de clássicos da música sertaneja. “É um reconhecimento ao trabalho de alta qualidade artística desenvolvido pelos violeiros da cidade”, destaca a secretária de Cultura, Alessandra Amora Barchini.

“Outro importante aspecto que devemos destacar é o trabalho de resgate da cultura caipira que a orquestra realiza, mantendo-a viva na cidade e divulgando-a para as novas gerações”, completa a secretária.

Inezita

Um dos mais importantes nomes do resgate da cultura caipira, Inezita Barroso nasceu na capital paulista em 1925. Cantora e compositora, Inezita iniciou sua carreira na década de 1950. De 1980 a 2015, apresentou o programa “Viola, Minha Viola”, da TV Cultura.

Inezita faleceu no dia 8 de março de 2015 e para homenageá-la, a Alesp sancionou em 2016 o prêmio que leva seu nome. A cerimônia de premiação sempre acontece na data de falecimento da artista.