21 de outubro de 2021 Atualizado 23:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura na região

São Paulo Companhia de Dança reabre Teatro Municipal Manoel Lyra

Com pré-estreia de Umbó, corpo artístico apresenta três espetáculos nesta sexta e sábado, gratuitamente

Por Isabella Holouka

10 ago 2021 às 07:49

A SPCD (São Paulo Companhia de Dança) se apresenta na reabertura do Teatro Municipal “Manoel Lyra” para o público presencial, nesta sexta-feira (13) e sábado (14), às 19h30, com entrada franca. A sala de espetáculos passou por reforma, concluída na semana passada, única intervenção em seus 26 anos de história.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Haverá reserva de ingressos pelo site www.ingressodigital.com, a partir das 10 horas desta terça-feira (10). Será obrigatório o uso de máscaras pelo público e a ocupação da plateia estará limitada a 42% da capacidade total, garantindo o distanciamento entre as poltronas.

O corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo é gerido pela Associação Pró-Dança e dirigido por Inês Bogéa. Em nota divulgada à imprensa, ela comemorou o retorno a Santa Bárbara d’Oeste, para a quinta apresentação da companhia na cidade.

“É uma alegria voltar a encontrar o carinho do nosso querido público de Santa Bárbara d’Oeste, agora com a pré-estreia de Umbó, que revela o talento de uma jovem coreógrafa e fala sobre inspiração e representatividade. Estar no palco com um repertório assinado por artistas brasileiros demonstra a criatividade do nosso povo e a força da dança feita em São Paulo”, afirma a diretora artística e executiva.

Pivô, obra de Fabiano Lima, trabalha movimentos do basquete – Foto: Wilian Aguiar

As apresentações abrem com Pivô, obra de Fabiano Lima eleita o terceiro melhor espetáculo de dança pelo júri do Guia da Folha de S.Paulo em 2016, ano de estreia da coreografia. A criação trabalha movimentos do basquete, do hip-hop e da dança contemporânea ao som de composições brasileiras como a ópera O Guarani (1870), de Carlos Gomes (1836-1896).

Na sequência, os bailarinos apresentam o Grand Pas de Deux de Carnaval em Veneza, em versão de Duda Braz a partir da obra de Marius Petipa (1818-1910). Vibrante e virtuoso, esse duo clássico toma como inspiração os bailes de máscaras da Europa do século XVII.

Grand Pas de Deux de Carnaval em Veneza, na versão de Duda Braz, é apresentação vibrante e virtuosa – Foto: Fernanda Kirmayr

O encerramento fica por conta da pré-estreia de Umbó, primeiro trabalho original da coreógrafa baiana Leilane Teles para São Paulo Companhia de Dança. A obra, que tem figurino de Teresa Abreu e iluminação de Gabriele Souza, busca refletir sobre como a arte do outro reverbera em cada um, evidenciando o papel da inspiração no processo de criação.

O cantor e compositor Tiganá Santana, a cantora Virginia Rodrigues e o coreógrafo Matias Santiago são o ponto de partida de Umbó, que convida o público a apreciar e reverenciar as artes e trajetórias dessas personalidades, bem como os bailarinos em cena e todos os artistas envolvidos nesta concepção.

Umbó, de Leilane Teles, busca refletir sobre como a arte do outro reverbera em cada um – Foto: Rafaela Zavisch

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

As apresentações em Santa Bárbara d’Oeste são viabilizadas pela Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio de Itaú, apoio de CDF, parceria institucional da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Santa Bárbara d’Oeste e realização da Associação Pró-Dança/São Paulo Companhia de Dança, Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Secretaria Especial da Cultura (Ministério do Turismo, Governo Federal).

Acontece: São Paulo Companhia de Dança na reabertura do Teatro Municipal Manoel Lyra
Programa: Pivô, de Fabiano Lima; Grand Pas de Deux de Carnaval em Veneza, versão de Duda Braz; pré-estreia de Umbó, de Leilane Teles
Datas: 13 e 14 de agosto
Horários: Sexta e sábado, às 19h30
Endereço: R. João XXIII, 61 – Centro – Santa Bárbara d’Oeste/SP
Capacidade física: 255 lugares
Entrada Franca mediante reserva em www.ingressodigital.com a partir das 10h do dia 10 de agosto

Publicidade