19 de janeiro de 2021 Atualizado 14:31

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Mostra Cultural Sankofa

Santa Bárbara terá mostra online que resgata a cultura negra

Evento online do governo estadual, que acontece de 11 a 15 de janeiro, abre agenda cultural de 2021 na cidade

Por Isabella Holouka

03 jan 2021 às 07:37 • Última atualização 03 jan 2021 às 09:43

A cultura afro é o tema do primeiro evento online de 2021 em Santa Bárbara d’Oeste, através do programa estadual Tradição SP Online. Entre os dias 11 e 15 de janeiro, a cidade recebe a Mostra Cultural Sankofa. Sempre às 19h30, o evento terá transmissão ao vivo no Facebook da Secretaria de Cultura e Turismo da cidade (@culturasbo) e tem classificação livre.

Estão previstas apresentações de capoeira, dança afro, maracatu, grupo de teatro e sarau – Foto: Prefeitura de Santa Bárbara / Divulgação

Na programação estão previstas apresentações de capoeira, dança afro, maracatu, Grupo Teatro da Quebrada e sarau com o Grupo Versos da Resistência. A Mostra ocorre de modo oficial há dois anos na cidade, com edições em 2018 e 2019, voltada para manifestações da cultura afro-brasileira.

No dia 11, o evento inicia com a apresentação de capoeira com o mestre Motta, logo após a abertura. No dia seguinte, dança afro e expressões, com Isabely Motta. A apresentação tem como embasamento danças populares e elementos de religiões de matriz africana, reunindo toques, cânticos e danças para manter a tradição oral e ancestral.

No dia 13, a programação segue com apresentações dos grupos de maracatu Rumenig Dantas e Baque Virado Nação Porto Rico. Unindo cânticos – chamados de “loa” no maracatu – e instrumentos, a ideia é dar visibilidade à cultura de matriz africana e às periferias.

No dia seguinte será a vez do grupo Teatro da Quebrada, dirigido por Jotapê Antunes, que nasceu em 2018, questionando e dando visibilidade e representatividade ao povo negro, muitas vezes retratado como serviçal ou vilão na história do teatro brasileiro.

O encerramento da Mostra Cultural Sankofa, no dia 15, será com o Grupo Versos da Resistência, que reúne poetas e artistas convidados, e com a poetisa Júlia Motta. As apresentações contarão com declamações e música, em forte referência à poesia preta e periférica e suas influências, como a cultura do rap.

Ao LIBERAL, a secretária de Cultura e Turismo de Santa Bárbara lembrou que a cidade é multicultural, porém pouco se sabe sobre aqueles que habitaram o território antes de Dona Margarida e dos imigrantes europeus, o povo negro escravizado que chegou ao Brasil de maneira forçada.

Segundo a secretaria, a Mostra Cultural Sankofa busca evidenciar a cultura africana que está enraizada desde o início na história da cidade e dar voz às periferias. Para o órgão, a mostra é de extrema importância, “pois é o palco da resistência, da ancestralidade e das expressões que nascem nas ruas, como a poesia marginal, a capoeira e o maracatu”.

Esta edição da mostra será financiada pelo programa Tradição SP Online, que é uma iniciativa do Programa Juntos pela Cultura, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, em parceria com a Organização Social Amigos da Arte e Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste.

Segundo o município, o financiamento permitiu a contratação de artistas locais e garantiu que o evento tenha o suporte necessário para ser transmitido na internet, visando romper as estruturas do racismo e dar ainda mais visibilidade e representatividade às expressões artísticas do povo negro de Santa Bárbara.

Publicidade