21 de maio de 2022 Atualizado 21:14

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura na região

Santa Bárbara é premiada com programas de fomento à cultura

Será produzido um documentário sobre a Corporação Musical União Barbarense; gestora do CEU das Artes também foi contemplada

Por Isabella Holouka

14 Julho 2021, às 07h50

Nesta terça-feira (13) no Palácio dos Bandeirantes, a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste foi premiada com o “Juntos pela Cultura 2021”, do Tradição SP e o Gestão SP, programas de fomento e difusão cultural.

Através do Tradição SP, será produzido um documentário sobre a centenária Corporação Musical União Barbarense. Já no Gestão SP foi contemplada a servidora Tarsila Rapassi, assessora Técnica na Secretaria de Cultura e Turismo, atuando como Gestora do CEU das Artes, realizando ainda produções de oficinas culturais, eventos públicos e representações em conselhos.

“A equipe da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo vem trabalhando de maneira enérgica apresentando a cidade em diferentes oportunidades”, ressaltou Felix – Foto: Imprensa – Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste

A premiação foi entregue pelo governador do Estado de São Paulo, João Dória, ao secretário municipal de Cultura e Turismo, Evandro Felix, que comemorou o destaque de Santa Bárbara na área cultural.

Desde o lançamento do programa, em 2019, o município é contemplado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado, recebendo o título de Capital Cultural em 2020 e sediando projetos, como a Virada SP, o Circuito SP e a capacitação do Revelando SP.

Corporação Musical União Barbarense

Com o objetivo de valorizar o patrimônio imaterial, a identidade cultural e histórica, a proposta contempla a produção de um documentário sobre a celebração da Alvorada e Cortejo realizados pela Corporação Musical União Barbarense.

Para produção deste documentário serão captadas imagens de três apresentações intituladas “Vendo a Banda passar”, além de depoimentos.

Segundo a secretaria, o projeto pode ser considerado um dos marcos deste patrimônio tão importante do Município. “A Corporação é a tradição de Santa Bárbara e acumula 123 anos de uma ação pujante, seja pelas alvoradas e cortejos em todo 1º de maio, também em eventos”, comentou o secretário.

“Cortejos que atravessam gerações e causam no barbarense uma conexão com sua ancestralidade. A memória da cidade se constrói ao som da Corporação Musical União Barbarense”, complementou Felix.

A Corporação Musical União Barbarense é uma entidade municipal sem fins lucrativos, fundada em 1.898, reconhecida pela Câmara Municipal como um serviço de Utilidade Pública pela Lei Municipal nº 1.235 de 15 de outubro de 1.976, cujo plano de ação é manter vivo uma cultura musical de mais de um século, de antigas tradições de tantos municípios brasileiros.

Publicidade