13 de agosto de 2022 Atualizado 22:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

MÚSICA

Roberta Campos é a atração de encerramento do Festival de Inverno

Cantora sobe ao palco montado na praça de alimentação do Tivoli às 20h45 desta sexta-feira

Por Marina Zanaki

29 de julho de 2022, às 09h10 • Última atualização em 29 de julho de 2022, às 09h15

O Festival de Inverno da Rádio Gold e do Tivoli Shopping termina nesta sexta-feira (29) com chave de ouro. Um dos principais nomes da nova MPB, Roberta Campos sobe ao palco montado na praça de alimentação do Tivoli às 20h45. A entrada é gratuita.

O repertório terá músicas de seu novo álbum, “O Amor Liberta”, lançado em 2021, como “Miragem”, “Pro Mundo que Virá”, “Começa Tudo Outra Vez” e “É Natural”. Mas também não faltarão hits como “De Janeiro a Janeiro”, “Minha Felicidade”, “Abrigo”, e suas releituras tão particulares de “Casinha Branca” e “Quase sem Querer”.

A artista vai apresentar o show no formato voz e violão, o que vai garantir uma proximidade com a plateia. “Eu adoro me apresentar no interior, o público é sempre tão receptivo, com uma energia tão boa, com vontade de cantar junto. Faz toda diferença quando subo no palco. É como se todo mundo estivesse lá em cima comigo”, disse Roberta Campos ao LIBERAL.

Dona de grandes sucessos, Roberta Campos é um dos principais nomes da nova MPB – Foto: Marcelo Castello Branco

A artista é destaque como autora de canções que compõem trilhas sonoras de diversas novelas e hits que alcançam os primeiros lugares das rádios brasileiras. “De Janeiro a Janeiro”, por exemplo, tocou em cinco novelas. Gravada em parceria com Nando Reis, alcançou a marca de mais de 40 milhões de visualizações na internet.

Os sucessos saem de seu próprio violão. “Eu tenho um processo criativo muito fluido. Componho desde os 13 anos, isso fez com que eu tivesse uma percepção de composição e todos os elementos que a rodeiam muito amplo. A única coisa que preciso é estar sozinha, num espaço que eu me sinta bem, conectada às ideias, à canção que estou criando”, contou à reportagem.

“Componho normalmente com o violão, que é um instrumento que tenho intimidade desde os 11 anos. Tenho sempre papel e caneta na mão”, relevou a artista.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Quando compõe em parceria, Roberta Campos prefere trabalhar à distância, trocando ideias até costurar a canção. Ela tem um histórico de parcerias em composições com nomes como Nico Rezende, Zelia Duncan, Danilo Caymmi, Luiz Caldas, Hyldon, Fernanda Takai e Paulo Mendonça. Uma das mais recentes foi com Humberto Gessinger na faixa “Começa Tudo Outra Vez” de seu novo álbum.

Roberta Campos contou que tem muitas canções inéditas guardadas na gaveta. “Em 2020 e 2021 eu compus muito, inclusive em espanhol, e pretendo trazer essas músicas em algum momento para vocês conhecerem. Pretendo dar continuidade à minha carreira internacional e espalhar minha música por todos os cantos possíveis”, contou.

Publicidade