21 de maio de 2022 Atualizado 11:29

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura na região

Projeto online mostra os patrimônios culturais imateriais de Hortolândia

Série com cinco vídeos começa a ser exibida nesta terça-feira, pelo Youtube da Secretaria de Cultura

Por Isabella Holouka

29 Junho 2021, às 17h59

A Prefeitura de Hortolândia inicia nesta terça-feira (29) a exibição do projeto “Mapa da Cultura Imaterial de Hortolândia”, que consiste em uma série com cinco vídeos. O objetivo é apresentar ao público o conceito de bem cultural imaterial.

Rap, grafite, cultura afro, teatro e cultura caipira são temas dos vídeos; confira detalhes abaixo – Foto: Divulgação – Prefeitura de Hortolândia

Os vídeos serão publicados no YouTube da Secretaria de Cultura. O projeto é um dos contemplados com recursos da lei federal Aldir Blanc, que oferece subsídio para artistas, grupos, empresas e profissionais dos setores artístico-culturais cujas atividades foram afetadas pela pandemia da Covid-19.

De acordo com a historiadora e pedagoga Julia Rany Campos Uzun, responsável pelo projeto, o objetivo é explicar a importância do tema e mostrar exemplos de patrimônios culturais imateriais da cidade para a população.

Conforme preconizado pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e instituído por lei federal, a pesquisadora ressalta que também são considerados bens imateriais expressões artístico-culturais recentes.

No primeiro vídeo, o projeto aborda o gênero musical rap, com participação de Mano Ed, integrante do grupo Face da Morte. O músico explica como o rap foi trazido ao Brasil, sua transformação ao longo dos anos e apresenta a cena de rap da cidade.

Além dos cinco vídeos, o projeto abrangerá ainda um livro, um catálogo e três videoaulas sobre o tema. O livro e o catálogo serão disponibilizados no site Mapa da Cultura, da Secretaria de Cultura. De acordo com a historiadora Julia Rany, a ideia de disponibilizar esses materiais é para que o acervo seja utilizado por professores da rede municipal de ensino.

Confira abaixo a programação de vídeos do projeto “Mapa da Cultura Imaterial de Hortolândia”:

– Dia 29 de junho: Episódio 1 – Rap

– Dia 6 de julho: Episódio 2 – Grafite:

O artista Kranium (Leandro Ferreira dos Santos) apresenta sua trajetória na arte do grafite, o histórico do movimento como parte de um processo identitário do movimento negro e o cenário desta manifestação na região de Hortolândia.

– Dia 13 de julho: Episódio 3 – Cultura afro

Mãe Eleonora, coordenadora do Ponto de Cultura Caminhos, ressalta a importância da valorização da cultura de matriz africana para a formação da identidade e para a promoção da pluralidade étnica e religiosa, destacando a relevância do diálogo intercultural para a garantia do respeito e da tolerância entre os diversos grupos.

– Dia 20 de julho: Episódio 4 – Teatro

Os integrantes da Cia. Odu destacam as muitas faces do teatro como invenção e reinvenção das práticas cotidianas, do fazer artístico e da descoberta de muitos mundos por meio da cultura.

– Dia 27 de julho: Episódio 5 – Cultura caipira

Mestre Chiquinho, responsável pelo grupo Pioneiros do Catira e a Companhia de Santos Reis Rosa dos Anjos, apresenta a importância das tradições caipiras e sua ligação com a região de Hortolândia, destacando a necessária valorização da catira, da viola e do tropeirismo como espaços de memória da cidade.

Publicidade