29 de julho de 2021 Atualizado 09:00

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura na região

Projeto apresenta bonecos gigantes pelas ruas de Hortolândia

Projeto é inspirado nos famosos bonecos do carnaval de Olinda, no Estado de Pernambuco

Por Isabella Holouka

26 fev 2021 às 17:15

Quem estiver circulando pelas ruas de Hortolândia nesta segunda-feira (1º) poderá se deparar com as figuras do projeto “Bonecos Gigantes”, do grupo de teatro de animação Canoa Encantada. 

A trupe fará duas apresentações com bonecos em espaços públicos da cidade. A primeira será às 8h na praça Claudio Aparecido de Moraes, em frente a Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) Profª. Zenaide Ferreira de Lira Seorlin, no Remanso Campineiro. 

A segunda apresentação será às 17h na rotatória da rua Orestes Denadai com a avenida Anhanguera, na Vila São Pedro, próximo ao supermercado São Vicente. 

Bonecos gigantes se apresentam na cidade nesta segunda e quinta-feira – Foto: Prefeitura de Hortolândia – Divulgação

De acordo com Genivaldo Aleixo, um dos fundadores do grupo teatral, a ideia é levar para as ruas um pouco de alegria para animar as pessoas em meio ao clima de isolamento provocado pela pandemia. A inspiração para o projeto foram os famosos bonecos do carnaval de Olinda, no Estado de Pernambuco.

O grupo confeccionou três bonecos que retratam personagens importantes da história do município. Um deles é o “Tropeiro”, que representa a origem da cidade que, no século 19, quando se chamava Jacuba, era ponto de parada de tropeiros. 

Outro boneco é o “Palhaço da Folia”, que remete à Folia de Reis, evento cuja tradição se mantém viva até hoje na cidade. E o terceiro boneco é a “Violeira”, que homenageia as mulheres violeiras que integram a Orquestra de Viola Caipira de Hortolândia. 

“Com este projeto, promovemos um resgate de personagens históricos que estão enraizados na cultura popular da cidade”, destaca Genivaldo.

O grupo ainda fará mais duas apresentações na quinta-feira (4), às 9h30, na Praça Neusa Maria Marchetti, Vila São Francisco, e às 17h, na praça da rua Nossa Senhora do Carmo, próxima a Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) Profª Rosimar Bertão Gomes, no Jardim Minda.

O projeto é um dos contemplados com recursos da lei federal Aldir Blanc, que oferece subsídio para artistas, coletivos, grupos, profissionais e empresas artístico-culturais em Hortolândia que tiveram as atividades paralisadas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Publicidade