16 de janeiro de 2021 Atualizado 19:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

BALLET

Nas redes sociais, espetáculo ‘SuperCine’ supera expectativas

Coreografias da escola Ballet Art Sandra Godoy inspiradas em filmes já tiveram 30 mil visualizações

Por Isabella Holouka

09 jan 2021 às 09:47 • Última atualização 09 jan 2021 às 09:48

Quase um mês após a estreia do festival ‘SuperCine’, vídeos com as coreografias da escola Ballet Art Sandra Godoy, em Americana, inspirados em filmes que marcaram gerações, ainda circulam pelo Instagram e Facebook rendendo visualizações e elogios.

A ideia, que teve início como uma forma de “não deixar 2020 passar em branco”, alcançou proporção enorme, segundo a diretora da escola, Mayara Godoy Duarte. Até sexta (8), 30 mil visualizações para 10 vídeos.

Coreografia inspirada no filme Amélie Poulain, de 2001 – Foto: Rudi Silva

“Dentro de um teatro temos um número limitado de pessoas, por dois dias. Depois do festival postamos uma coisa ou outra. Mas desta vez o mínimo de pessoas assistiu. Resolvemos postar tudo nas redes sociais. Isso foi bom porque as pessoas conhecem a escola e podem realizar seu sonho” comenta a diretora e organizadora do festival. Ao todo são 120 alunos em 16 coreografias assinadas por oito coreógrafas.

Foram cinco dias intensos de gravações. Cada coreografia levou ao menos 2 horas para a captação de imagens. O resultado são vídeos com até 5 minutos que vêm sendo compartilhados na página da escola no Instagram, @balletart.sandragodoy.

A estreia, em dezembro, foi em uma sala de cinema no Multiplex da Villa Multimall Center, antigo Vic Center, em Santa Bárbara d’Oeste.
Inspiraram as coreografias o artista cinematográfico Charles Chaplin e os filmes ‘Flashdance’ (1983), ‘Footloose’ (1984), ‘HairSpray’ (1988), ‘Esqueceram de mim’ (1990), Perfume de Mulher’ (1992), ‘O Piano’ (1993), ‘Forrest Gump’ (1994), ‘Toy Story’ (1995), ‘Amélie Poulain’ (2001), ‘Se ela dança, eu danço’ (2006), ‘Ratatouille’ (2007), ‘Up – Altas aventuras’ (2009), ‘Minions’ (2015), ‘Descendentes’ (2015) e ‘La La Land’ (2016).

“Os bailarinos ficaram encantados, meninas e meninos se dedicaram ao máximo, foi um gás para eles concluírem um ano tão difícil”, comenta Mayara.

Coreografia inspirada no filme O Piano, de 1993 – Foto: Rudi Silva

Gravações
As gravações aconteceram em Santa Bárbara d´Oeste, na Usina Santa Bárbara e na igreja desativada no seu interior, bem como na praça em frente à biblioteca, no Caminho dos Flamboyants, no Iga (Instituto Gastronômico das Américas) de Santa Bárbara e no CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados).

Em Americana, as filmagens aconteceram no Espaço Le Blanc e no Fun Club. Em Campinas, na estação de trem Maria Fumaça.

Assinam as coreografias Sandra Godoy, Vanessa Chieus, Kely Gouveia, Carolina Faraone, Thaiana Moraes, Mayne Sass, Monica Brazzil e Bianka Dias. A narração foi feita por Antonio Carlos Duarte. A direção geral foi de Vanessa Chieus e Otávio Delaneza, sendo que o último também assina o roteiro. Já a filmagem é de Rudy Silva.

Desafios
A produção de ‘SuperCine’ mudou o ponto de vista da escola sobre os espetáculos, conta Mayara. “Se em 2021 continuar tudo fechado, continuaremos com um espetáculo onde quem produziu poderá sentar e assistir junto. Por que não fazer ao ar livre, drive thru ou até mesmo no cinema com outro tema? Nada é impossível e gostamos muito da ideia do novo, de desafios”, afirma.

Coreografia inspirada no artista cinematográfico Charles Chaplin – Foto: Rudi Silva

Quanto às medidas de segurança durante as filmagens, com o objetivo de diminuir os riscos de disseminação do novo coronavírus (Covid-19), Mayara lembra que todos os participantes permaneceram de máscaras e cumprindo os protocolos de segurança, como distanciamento e uso de álcool em gel. A maioria das gravações também foi feita ao ar livre.

Ela explica que no momento das filmagens alunos e alunas tiveram a opção de utilizar máscaras de tecido, transparentes ou não utilizar máscaras, desde que isso ocorresse apenas no momento de gravação das coreografias.

Publicidade