29 de outubro de 2020 Atualizado 00:05

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Retalho

Música Nightwalk aborda o subjetivo e o pessoal

Trabalho do projeto Retalho segue estilo de letras subjetivas, com ideias que estão ligadas aos momentos pessoais dos compositores

Por Isabella Holouka

18 out 2020 às 07:22 • Última atualização 18 out 2020 às 18:30

Uma garota andando pelas ruas da cidade à noite, ao longo do rio, olhando as estrelas, passando por cafés e pessoas. Inicialmente o foco está no exterior, no ambiente, em contraste com o que se passa dentro dela, sentimentos que também se refletem no que ela vê.

Esta é uma descrição do novo single do projeto Retalho, intitulado “Nightwalk”, pela alemã Christina Vogt, de 32 anos, responsável pela letra e melodia a convite do idealizador do projeto musical, o americanense Eduardo Camargo Meneghel.

Eduardo Camargo Meneghel, idealizador do Retalho – Foto: Divulgação

“Hoje em dia as pessoas não têm mais empatia uns com os outros. Enquanto isso, a garota caminha pela noite, observando a natureza, vivendo no presente e prestando atenção aos arredores, em paz”, reflete TiVo [nome artístico de Cristina], em mensagem de texto enviada ao LIBERAL.
A música conclui que as mudanças são uma parte constante e inevitável da vida e termina com uma pergunta retórica: Você quer seguir este caminho?

“Sou professora de francês e cresci no Saarland, a apenas 30 minutos da fronteira com a França. Entrei em contato com a língua francesa desde muito jovem e sempre a achei particularmente melódica e romântica, e por isso eu gosto de trazer esses aspectos para a música e adicionar esse toque francês”, afirma, com relação à mistura dos idiomas inglês e francês em “NightWalk”.

O instrumental do single foi composto pelo Eduardo, em parceria com Jessé Cléber de Oliveira. A música foi disponibilizada nas principais plataformas de streaming há cerca de duas semanas e um novo lançamento vem sendo preparado para este mês de outubro.

As duas faixas, assim como ‘Noites Brancas’ (composta por Lucas Macedo, vocalista das bandas About a Soul e Earlier, também de Americana, e divulgada em agosto), devem compor um álbum que Eduardo planeja lançar em novembro, com a colaboração musical de uma grande diversidade de artistas da região e até do Exterior.

“Como eu não sei cantar, fui chamando amigos com um perfil que se encaixa no som e pedi para eles criarem”, revelou ao LIBERAL nesta semana.

Segundo ele, há uma coincidência de temas nas músicas para o álbum e no geral o projeto desenvolve letras subjetivas, que descrevem imagens e abordam ideias ligadas a momentos pessoais dos compositores, como aconteceu com TiVo e Lucas.

O projeto de música eletrônica com influência de jazz, música brasileira e soul tem outra novidade, o clipe de “Noites Brancas”, disponível no canal Retalho, no YouTube, e nas páginas @retalhooficial no Instagram e no Facebook.

O clipe foi gravado especialmente para o Vídeo-festival Desapaixonados, que ocorreu em setembro e tem Eduardo no baixo, Lucas Macedo com voz e sample, Christian Euzébio na guitarra e Marcel Ricardo na bateria.

“Gravamos uma versão ao vivo, espontânea. Tentamos fazer como se estivéssemos em um clube de jazz, então ela ficou diferente da original. Apesar de ter a mesma letra, é uma releitura, com bateria e arranjos”, afirma Eduardo.

Publicidade