18 de outubro de 2020 Atualizado 18:32

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Entretenimento

Moviecom retoma sessões de cinema no Tivoli Shopping, em Santa Bárbara d’Oeste

Salas começam a receber o público nesta quinta-feira, com cinco filmes em exibição e protocolos de segurança; cinema em Sumaré já retomou as sessões

Por Isabella Holouka

22 set 2020 às 18:56 • Última atualização 23 set 2020 às 10:19

Depois de cerca de seis meses com as salas fechadas, o cinema Moviecom retoma a programação nesta quinta-feira (24), com cinco filmes e um novo protocolo de atendimento para garantir a segurança contra o novo coronavírus (Covid-19).

A unidade de Santa Bárbara d’Oeste, no interior do Tivoli Shopping, exibe até o próximo dia 30 os filmes de terror “A ilha da fantasia” e “A maldição do espelho”, a animação “Scooby! O filme”, o filme policial “Magnatas do Crime” e o drama “O Segredo: Ouse sonhar”.

Moviecom do Tivoli Shopping retoma sessões de cinema nesta quinta-feira – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Para isso, o sistema de higienização das salas, da bomboniere e dos terminais de atendimento foi reforçado e os espaços também ganharam adesivos informativos para o distanciamento social em todas as filas, além de banners de conscientização sobre o coronavírus.

O cinema não fará a aferição de temperatura na entrada do público, já que o procedimento já é realizado na entrada do shopping. Contudo, uma pesquisa será sugerida pelos funcionários para o registro das condições de saúde das pessoas, conforme explicou ao LIBERAL a gerente do Moviecom, Marcela Ribeiro.

Medidas de segurança foram tomadas para garantir a segurança dos frequentadores – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

“Não temos um cadastro das pessoas que estão dentro da sala, até porque alguns clientes podem não se sentir confortáveis com isso. Mas iremos perguntar se ele está disposto a responder um questionário, para controle interno do cinema, e temos uma equipe de enfermagem que pode orientar, de acordo com cada caso”, explica.

Na compra das poltronas, o sistema do cinema bloqueia os lugares ao redor, criando reservas de segurança: duas a cada lado, uma acima e outra abaixo de cada poltrona ocupada.

Distanciamento entre as poltronas ocupadas é uma das medidas adotadas – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Se uma família for à sessão com três pessoas, por exemplo, continua possível a escolha de lugares lado a lado e serão bloqueados 10 lugares ao redor do grupo, que não poderão ser vendidos ou ocupados.

De acordo com a gerente do Moviecom, as quatro salas têm capacidade total para até 198 pessoas cada e a ocupação máxima será limitada a 40%, segundo as diretrizes do Plano São Paulo.

Cinemas reabrem, mas com capacidade reduzida – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Entretanto, devido ao sistema de ocupação dos lugares, que cria automaticamente as reservas de segurança, o limite de 80 pessoas por sala pode não ser alcançado.

Já com relação a limpeza das salas, incluindo poltronas, Marcela afirma que a equipe responsável terá um intervalo de 35 a 40 minutos para a higienização total dos ambientes, um período que antes era de 15 minutos e dava conta dos critérios, que já eram rígidos antes da pandemia.

Apesar dos cuidados tomadas, o cinema incentiva a compra online de alimentos – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

“Temos pulverizadores para a higienização de todas as superfícies e como teremos os lugares demarcados, sabemos onde as pessoas terão sentado e com qualquer poltrona ocupada obrigatoriamente devemos pulverizar toda aquela fileira, higienizando por completo”, aponta Marcela.

“A grande dúvida das pessoas é com relação ao ar condicionado. Mas o Moviecom, assim como o Shopping, já tinha um ar condicionado renovável, em que o ar não fica parado, ele é puxado para o exterior e entra um ar puro”, acrescenta.

Público deve seguir o protocolo de segurança estabelecido pela administração – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Após as sessões, também haverá um protocolo para a saída do público, que vai precisar aguardar nos assentos para a evacuação por fileira, coordenada por funcionários e apresentada em vídeo no início da sessão, que ajuda a garantir que não haja contrafluxo e encontro entre as pessoas na saída das salas.

“O cinema também está incentivando a compra online, até de pipoca e refrigerante, o pagamento com cartão e leitura digital do ingresso. Funcionários estarão sempre de máscaras e óculos de proteção. Intensificamos bastante para dar conforto e segurança para os clientes”, resume a gerente.

A reportagem buscou a Prefeitura de Santa Bárbara para comentar sobre a reabertura do cinema barbarense, mas não obteve resposta até o momento.

REGIÃO
Também retomou as sessões o cinema do Shopping ParkCity, em Sumaré. No site, o estabelecimento informa sobre o retorno na quinta-feira passada, dia 17, sobre a programação e a adoção de um completo protocolo de segurança.

A reportagem também tentou contato com a assessoria de imprensa do Shopping ParkCity, que não retornou às ligações. Já a Prefeitura de Sumaré afirmou que a reabertura está dentro das medidas estabelecidas.

A assessoria de imprensa do Shopping Hortolândia informou que aguarda a autorização da prefeitura para retomar as sessões e que não tem uma previsão de quando isso pode acontecer.

A administração municipal informou ao LIBERAL que “o tema está em discussão e análise” pelo Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento do Coronavírus.

PLANO SÃO PAULO
A região de Campinas, na qual os municípios de Santa Bárbara, Sumaré e Hortolândia estão inseridos, está desde 7 agosto na fase amarela do Plano São Paulo, que coordena a retomada gradual e com segurança das atividades durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Nesta fase, os eventos, convenções e atividades culturais, como é o caso do cinema, estão permitidas após a região ficar ao menos 28 dias consecutivos na fase.

Publicidade