13 de abril de 2021 Atualizado 17:04

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

ONLINE

Grupo de Santa Bárbara aborda o universo das redes sociais em obra literária digital

Conteúdo é fusão entre poesia, ilustração e audiolivro, e leva à reflexão sobre o impacto das tecnologias no comportamento humano

Por Isabella Holouka

08 abr 2021 às 11:16

Reunindo cerca de 70 poesias ilustradas, além de 40 minutos de áudio, a obra digital intitulada “ALGORITMOLOGRAFICO” foi completamente disponibilizada no site www.delirium.app.br na última quinta-feira, 1º de abril, popularmente conhecido como Dia da Mentira. 

Trata-se da primeira obra literária do NAC (Núcleo Artístico Corpus), coletivo de jovens artistas de Santa Bárbara d’Oeste, com recursos da Lei Federal Aldir Blanc, através de edital da Sectur (Secretaria de Cultura e Turismo) barbarense.

Ao acessar o site é possível escolher entre ouvir, ler ou ler & ouvir, além de conferir comentários no fórum. Com a fundição de poesias e ilustrações, a obra oferece uma experiência completa e cheia de sensações, que fica ainda mais interessante com a narração. Não é necessário fazer download ou inserir dados para acessar o conteúdo, que é livre e gratuito.

A produção da obra digital foi baseada em pesquisas sobre as redes sociais e os mecanismos de busca online, bem como nos impactos destas tecnologias no comportamento humano e no modo de vida atual.

“Porque subverter o algoritmo? Justamente porque ele dita o nosso contato na internet, nos mostra o que vemos ou não. Quisemos subverter essa lógica ao falar em uma obra literária sobre o algoritmo, e fazer com que as pessoas acessem essa informação e saibam sobre ela através de um novo viés”, explicou ao LIBERAL o coordenador artístico do projeto, Lucas Casagrande.

De acordo com ele, a obra fala sobre a internet, as redes sociais e o quanto a nossa sociedade está atrelada a este universo. Atual, ela reflete a realidade durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-9), quando a vida virtual parece ter se tornado a vida real – e vice versa.

O livro é dividido em três grandes partes: holograma, peixe na rede e híbrido. “São muitas sensações encontradas no livro. O nome da obra é ‘ALGORITMOLOGRAFICO’, mas chamamos o site de Delirium justamente porque é um delírio coletivo, onde você encontra a obra”, comentou ainda o coordenador artístico.

O dia de lançamento foi escolhido em referência à era das fakenews, protesta o artista, em tempos em que é cada vez mais difícil distinguir as verdades das mentiras online.

O autor dos poemas é João Vitor Pereira, enquanto Hiaga Lima assina ilustração e design.  A atriz responsável pela voz do audiobook é Driale Feliciano, enquanto Giovanni Bonfim cuidou da trilha sonora e Lucas Cassela da captação e edição do audiobook. Thays Godoy e Kido Mathelart foram os web designers responsáveis pelo site. O trabalho conta ainda com a gestão cultural de Carolina Brito.

O NAC já se propôs a criação no teatro, na dança e nas poesias. Além da obra digital “ALGORITMOLOGRAFICO, o grupo prepara outras ações dentro do mesmo projeto contemplado pela Lei Federal Aldir Blanc, com divulgação pela página no Instagram (@algoritmolografico). 

Dentre elas, destaca-se a Oficina Poética Criativa, ministrada pela poeta Júlia Motta no dia 20 de abril. Durante o mês de abril também ocorrerão lives sobre o processo de criação de “ALGORITMOLOGRAFICO” e sobre leitura dramática, somadas ao sorteio de cópias físicas do livro.

Publicidade