07 de agosto de 2022 Atualizado 18:55

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura na região

De leitor para leitor

Biblioteca de Hortolândia tem firmado parcerias com leitores para indicações de obras nas redes sociais

Por Marina Zanaki

09 de março de 2022, às 08h09

O bibliotecário Rafael Antonio da Silva destaca a influência do booktoker no interesse pelos livros - Foto: Marcelo Rocha - O LIBERAL.JPG

Em busca de representatividade e interação, a Biblioteca Terezinha França de Mendonça Duarte, de Hortolândia, tem firmado parcerias com leitores para indicação de livros em suas redes sociais. Desde o início do ano, lançou o “Dicas da Isa”, com uma influencer da cidade, e o “Dicas do Prof° Renan Ribeiro”, com um usuário do espaço. Um terceiro participante já está sendo estudado.

Coordenador do espaço cultural, o bibliotecário Rafael Antonio da Silva explicou que a influência do “booktoker”, em que leitores indicam obras no TikTok, foi identificada entre o público da biblioteca. Alguns livros foram comprados com base nessas indicações e ficaram entre os mais lidos do mês de fevereiro, como “Clube do livro dos homens”, de Lyssa Kay Adams, e “Amor e Sorte”, de Jenna Evans Welch.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Portanto, quando viu a bookstagramer Isabelly Modesto, de 15 anos, procurar o espaço para se cadastrar, Rafael sugeriu firmar uma parceria com indicações de obras da biblioteca. A adolescente tem 15 mil seguidores em sua página no Instagram dedicada a livros, a @isabellymodesto.

“Meu Instagram é meu refúgio. Eu sempre me senti conectada com a literatura e os livros. É muito bacana! Eu converso e interajo com as pessoas, que me perguntam dicas de livros. Também compartilho os livros que quero ler”, relata Isabelly.

A Biblioteca de Hortolândia tem cerca de 5,5 mil leitores cadastrados, dos quais 33% tem até 20 anos. “Convidei Isabelly para escolher livros do acervo e fazer resenha para divulgar o acervo da biblioteca. É muito interessante alguém que fale a língua dos nossos usuários para indicar livros, pela representatividade”, disse Rafael.

A adolescente Isabelly Modesto indica livros aos seus 15 mil seguidores das redes sociais – Foto: Divulgação

O professor de inglês Renan Ribeiro, de 28 anos, viu a iniciativa da biblioteca com Isabelly e se ofereceu para também dar dicas, que serão compartilhadas em sua página, a @profrenanribeiro. Ele estreou na semana passada com “O Mistério do Cinco Estrelas”, de Marcos Rey, um clássico infanto-juvenil da antiga Coleção Vaga-Lume. Renan contou ao LIBERAL que possui uma relação afetiva com bibliotecas, pois frequentava muito na infância e passava tardes lendo livros para se divertir.

“A ideia do projeto é levar mais pessoas para a biblioteca, não podemos deixar essa cultura de biblioteca desaparecer. Acho importante essa visão que literatura não é só para tirar nota ou estudar, é uma ótima forma de diversão”, garante o professor.

LIVROS. A Biblioteca de Hortolândia inicia nesta quarta-feira o projeto “Gostou? Leva pra casa”. Uma estante ficará na entrada da biblioteca, com obras disponíveis para a população sem necessidade de devolvê-las. Serão oferecidos 80 livros de diferentes gêneros. O projeto será às quartas e sextas-feiras, das 8h às 17h.

Para emprestar os livros da Biblioteca de Hortolândia, é preciso morar ou ter algum vínculo com a cidade, como trabalho ou estudo. É necessário fazer um cadastro, enviando foto, RG e comprovante de endereço em um link disponível no site da prefeitura. Informações pelo telefone (19) 3887-1684, pelo WhatsApp (19) 98970-7332 ou bibliotecacentral.smc@hortolandia.sp.gov.br.

Publicidade