02 de março de 2021 Atualizado 11:48

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Versos ao Pé da Janela

Com isolamento, serenata vira ‘presente’ em Santa Bárbara

Projeto “Versos ao Pé da Janela” leva rodas de poesia a idosos de Santa Bárbara d’Oeste, aliviando os dias de confinamento com canções tradicionais que trazem lembranças da infância, resgatando histórias de vida

Por Marina Zanaki

22 fev 2021 às 07:20 • Última atualização 22 fev 2021 às 08:28

Fazer da música um presente, despertando memórias e acalentando os corações. Essa é a proposta do projeto “Versos ao Pé da Janela”, que está realizando serenatas para idosos de Santa Bárbara d’Oeste. A ideia é aliviar os dias de confinamento dos idosos com músicas que os façam lembrar da infância, resgatando e valorizando sua história de vida.

Iniciado no final de semana passado e continuando neste, o projeto vai visitar 20 pessoas com mais de 60 anos e fazer uma apresentação com rodas de versos. Os idosos contemplados já foram escolhidos após inscrição prévia, mas apresentações abertas ao público estão previstas em parques da cidade.

Projeto “Versos ao Pé da Janela” leva rodas de poesia a idosos de Santa Bárbara d’Oeste – Foto: Samir Morimoto / Divulgação

Contadora de histórias e musicista, Waldineia Baseio contou que o grupo de cinco artistas se apresenta na frente do portão desses idosos, convidando-os a assistir à roda de versos na segurança de sua casa.

Como forma de acolher e se aproximar dos idosos, o grupo optou por não usar aparelho de som. As apresentações são feitas apenas com voz e instrumentos de percussão justamente para encontrar o tom das rodas de versos originais.

“Estamos em casa, precisando de um abraço, uma acolhida. Pensei: o que podemos fazer para as pessoas da terceira idade do município se sentirem abraçadas, lembradas? Ouvimos que a depressão tem aumentado na terceira idade, os idosos têm ficado inquietos. Se nós, que somos mais jovens, estamos sofrendo, imagine eles, que têm um caminho de vida passando diante dos olhos. Construímos o projeto de forma singela para ajudar a todos que estiverem em condição de receber a gente no portão”, contou Wal.

O projeto resgata as rodas de versos, canções de tradição oral e que ainda hoje são muito fortes no interior nordestino e no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. As mais conhecidas são Ciranda, Cirandinha, Atirei o Pau no Gato e Escravos de Jó.

A escolha do repertório ficou a cargo de Vanessa Aranha Morimoto, coordenadora do projeto. A brincadora passou um mês na cidade Iaçu, no interior da Bahia, aprendendo rodas de versos. As inspirações também vieram de memórias dos participantes do grupo de rodas vivenciadas na infância. Vanessa resgatou uma canção aprendida com a avó paterna para a abertura das apresentações.

Projeto teve início no final de semana passado; no total, 20 pessoas com mais de 60 anos serão visitadas – Foto: Samir Morimoto / Divulgação

“Com o projeto Versos ao Pé da Janela, desejamos resgatar as rodas de versos e as memórias afetivas dos idosos e seus familiares. Tenho certeza que será um momento muito prazeroso com as famílias que irão receber os versos ao pé da janela em tempo de pandemia. Será um grande acalento”, definiu a coordenadora.

Parques
Além das 20 casas que estão sendo visitadas, estão previstas três apresentações em parques de Santa Bárbara d’Oeste, abertas ao público e seguindo todos os protocolos sanitários. A recomendação é que o público use máscara e mantenha distanciamento entre si.

Projeto “Versos ao Pé da Janela” leva rodas de poesia a idosos de Santa Bárbara – Foto: Samir Morimoto / Divulgação

Neste sábado (20), o grupo esteve no Parque Araçariguama. No dia 6 de março, o Parque dos Jacarandás será palco para o projeto. Fechando o ciclo, está prevista uma apresentação no Parque dos Ypês. A música começa sempre às 15h30.

O projeto é realizado com recursos da Lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo
Federal, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste.

Publicidade