24 de fevereiro de 2021 Atualizado 22:43

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Livros

Bibliotecas da região intensificam atendimento por telefone e WhatsApp

Espaços se adaptam aos protocolos contra a Covid-19 através de regras que incluem quarentena e limpeza de livros

Por Isabella Holouka

24 jan 2021 às 08:57

Percorrer as estantes, conhecer o acervo com calma e se permitir a leitura das primeiras páginas de um livro antes de emprestar são pequenos prazeres que os usuários de bibliotecas públicas em todo o mundo precisaram abrir mão devido aos riscos de contaminação durante a pandemia da Covid-19.

Felizmente, grande parte das bibliotecas adaptou o contato com seus usuários, com protocolos online que possibilitam o empréstimo de materiais e o acesso a acervos digitais.

Em Americana, biblioteca disponibiliza catálogo online e renovação de empréstimos por telefone – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

Bibliotecas de destaque no Estado, como a Biblioteca de São Paulo, conseguiram dar continuação à propagação de atividades culturais com uma grande variedade de materiais em vídeo, desde contação de histórias e clubes de leitura online.

Em Americana, a Biblioteca Municipal continua oferecendo o cadastramento remoto, em contato por telefone ou e-mail. No site é possível acessar o regulamento e o catálogo digital, além de conferir os contatos da Biblioteca. No momento é possível emprestar até três livros por vez, pelo período de até 15 dias.

Também é possível renovar o empréstimo por telefone. Para retirada de livros reservados ou devoluções, o horário de atendimento ao público é das 11h às 16h.

Todos os livros do acervo público, vetores comprovados para a transmissão do novo coronavírus, ficam sete dias em quarentena depois de saírem do acervo e são higienizados para o retorno. 

O LIBERAL confirmou as informações com o orientador e responsável pelas atividades culturais da Biblioteca, Leonardo Luciano.

Ele conta que a administração da Biblioteca trocou informações com o SISEB (Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo) para desenvolver o método de atendimento atual.

Embora a função básica de emprestar livros para leitura em casa continue, ele lamenta a impossibilidade de realizar atividades culturais no espaço localizado na Praça Comendador Müller.“Outro cuidado é o de não recebermos doações e não doarmos”, diz ele.

As bibliotecas públicas municipais “Neide Crócomo”, no CEU das Artes, “Prof° Léo Assad Sallum”, na Cidade Nova, e “Maria Aparecida Almeida Nogueira”, no Centro, continuam atendendo por telefone e WhatsApp de segunda a sexta-feira, das 8 às 12h. 

A consulta de livros pode ser feita pelo site da biblioteca. A retirada ocorre mediante agendamento, com intervalos de 10 minutos. É possível emprestar livros pelo período de 15 dias, renováveis por mais 15.

Para devolver os livros, o leitor deve depositar o livro emprestado em recipiente específico, identificado como “DEVOLUÇÃO”.

Para devoluções não é necessário agendamento. Livros devolvidos também passam por um protocolo de quarentena e higienização. Não é permitido o acesso nas dependências internas das bibliotecas.

Publicidade