27 de setembro de 2021 Atualizado 12:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura na região

Biblioteca de Hortolândia é reaberta após 1 ano e 5 meses

Equipamento cultural retoma atendimento ao público das 8 às 17 horas; confira informações sobre outras bibliotecas na região

Por Isabella Holouka

26 jul 2021 às 09:46 • Última atualização 26 jul 2021 às 10:08

A Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte, em Hortolândia, será foi reaberta nesta segunda-feira (26) após um ano e cinco meses fechada, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Além do atendimento presencial retomado, o acervo da biblioteca foi ampliado, com a chegada de 160 novas obras. Atualmente, são cerca de 16 mil títulos disponíveis para empréstimo.

A biblioteca está localizada na Rua Luiz Camilo de Camargo, número 581, na região central, no piso inferior do Open Shopping. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, sendo que serviços como empréstimos, renovações presenciais e cadastro de usuários são feitos até às 16h50.

Acervo da Biblioteca de Hortolândia ganhou 160 novos livros – Foto: Imprensa – Prefeitura de Hortolândia

Segundo o coordenador do espaço, Rafael Antonio da Silva, serão permitidos no máximo 7 usuários por vez na biblioteca, sendo 2 na lan house pelo período de até uma hora, 3 no salão de acervo para consultar ou escolher obras pelo período de até 30 minutos, e 2 na mesa de estudos pelo período de até uma hora.

Já a permanência na sala infantil será permitida somente para retirada de livros. Continua suspenso o uso da brinquedoteca, assim como a utilização do sofá da sala de leitura.

Os 160 títulos novos para empréstimo são de gêneros como literaturas estrangeira e infantojuvenil, ficção e livros com adaptações de produções cinematográficas, atendendo a demanda dos leitores. Para democratizar o acesso a esses livros novos, serão disponibilizados para empréstimo 12 títulos por semana.

Dentre as obras desse primeiro lote de novidades um dos destaque é “Doutor Sono”, de Stephen King, obra que é continuação do romance “O Iluminado”, do mesmo autor.

O serviço de empréstimo de livros será liberado somente para os usuários que não tenham nenhuma pendência no cadastro. Segundo o coordenador da biblioteca, 400 títulos podem estar extraviados, motivando uma campanha de devolução dos livros emprestados antes da pandemia, que iniciou em janeiro.

A Biblioteca Municipal de Hortolândia também retomará o cadastro de novos usuários. Atualmente, o órgão tem 5.368 usuários cadastrados. É possível consultar o acervo da biblioteca pelo site biblivre.hortolandia.sp.gov.br.

Para mais informações, os usuários e o público podem entrar em contato com a biblioteca pelo telefone (19) 3887-1684, pelo BiblioZap, serviço de atendimento via WhatsApp no número (19) 98970-7332 ou pelo e-mail bibliotecacentral.smc@hortolandia.sp.gov.br.

Vale lembrar que a biblioteca manterá os protocolos sanitários para evitar a disseminação da Covid-19, com o uso obrigatório de máscara, distanciamento e disponibilização de álcool em gel para higienização das mãos. Os livros devolvidos passam por higienização e ficam de quarentena por um período de sete dias, separados dos demais exemplares do acervo.

Bibliotecas da região

Em Americana, a Biblioteca Municipal “Professora Jandira Basseto Pântano” continua com funcionamento de segunda a sexta, das 11h às 16h. Os empréstimos acontecem com reserva e agendamento pelo telefone (19) 3461-9157, e as devoluções dispensam agendamento.

Novos cadastros são feitos apenas pelo e-mail bibliotecadeamericana@gmail.com, enquanto o catálogo online pode ser consultado pelo site https://bibliotecadeamericana.com/. O uso do local para leitura, pesquisa ou atividades culturais está suspenso, assim como recebimento e oferta de doações.

Em Americana, biblioteca disponibiliza catálogo online e renovação de empréstimos por telefone – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

A SECTUR (Secretaria de Cultura e Turismo) estuda a reabertura dos equipamentos culturais em Americana, segundo confirmou ao LIBERAL o secretário Fernando Giuliani, citando não só a biblioteca, mas outros equipamentos, como o CCL (Centro de Cultura e Lazer) e o Parque Ecológico Municipal. Segundo o secretário, as novidades devem ser divulgadas na próxima semana.

Em Santa Bárbara d’Oeste, os equipamentos culturais continuam abertos das 12 às 16 horas, com atendimento via telefone e WhatsApp, e agendamento para retirada de livros, com intervalos de 10 minutos entre os usuários.

O morador pode inclusive aproveitar o empréstimo entre bibliotecas, programa que inclui as Bibliotecas Públicas Municipais “Neide Crócomo”, no Planalto do Sol, “Maria Aparecida Almeida Nogueira”, no Centro, Centro Cultural e Biblioteca “Prof° Léo Assad Sallum”, na Cidade Nova, e Centro Cultural “Edgard Tricânico D’Elboux”, no Romano. O acervo pode ser consultado pelo site www.santabarbara.sp.gov.br/biblioteca.

A Secretaria de Cultura e Turismo de Santa Bárbara d’Oeste informou que estuda a retomada presencial dos equipamentos públicos, seguindo o Plano São Paulo, e que divulgará em breve a resolução.

Já em Nova Odessa, a Biblioteca Municipal ainda não tem previsão para reabrir, pois o histórico prédio do Centro Cultural Harman Jankovitz, onde ela funciona, está em reforma. A obra foi anunciada em maio deste ano, com previsão de durar quatro meses. Neste período, o acervo de cerca de 20 mil livros foi provisoriamente transferido para outro prédio municipal, assim como a equipe da Diretoria de Cultura.

A reportagem questionou a secretaria de cultura de Sumaré sobre a retomada ou ampliação dos atendimentos nos equipamentos culturais, mas não obteve um retorno até o fechamento desta edição.

Publicidade