02 de julho de 2020 Atualizado 19:38

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Carnaval

Clubes tentam reviver os bons tempos

Atraindo as crianças com matinês, clubes tradicionais da região focam nas crianças para “formar” os carnavalescos do futuro

Por Débora de Souza

22 fev 2020 às 09:28

“Alala ô ô ô ô…mas que calor ô ô ô”. Nada disso! O ar condicionado já é uma realidade em muitos salões que se preparam para as festas e matinês de Carnaval em Americana e Santa Bárbara d´Oeste. Maior segurança e infraestrutura também são pontos levados em consideração pelo público que, aos poucos, ocupam os espaços de clubes tradicionais.

O clima familiar da folia chama a atenção. “Gosto das matinês, pois me realizo vendo minha filha se divertir”, comenta a especialista em Recursos Humanos, Sharlene Paiva, mãe da pequena foliã Lavínia, de 3 anos.

Foto: Arquivo Pessoal
Sharlene Paiva encara a folia todos os anos por causa da filha, Lavínia, que gosta das marchinhas

Para o membro da diretoria social do Esporte Clube Barbarense, José Roberto Bueno, a comodidade é um grande atrativo para as famílias.

“É um ambiente fechado, você pode ficar a vontade com as crianças que não tem risco delas saírem para rua ou se perderem. Tem o pessoal que vai sozinho sim, mas notamos uma frequência maior das famílias”, comenta.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Outro atrativo é a programação musical, com destaque para as antigas marchinhas de Carnaval. “Este ano, teremos duas noites só de marchinha, samba e pagode, coisa que não existia até alguns anos atrás”, completa Bueno.

“É preciso resgatar os antigos carnavais de salões. Acho que os clubes têm muito a ganhar se abrirem esse espaço para o pessoal voltar a brincar o Carnaval, em vez de investir só em músicas que tocam por aí hoje que incentivam os excessos”, sugere a psicóloga Deny Paternostro, fã do Carnaval, mas “temporariamente aposentada dos clubes”.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A mobilização em Americana e Santa Bárbara em torno do Carnaval, a festa mais popular do País, é o assunto dessa edição do podcast “Além da Capa”. Ouça:

{{1}}