Americanense inicia pré-produção de ‘Tração’

André Luis confirma a participação de Luciano Szafir, Marco Luque e André Ramiro em seu novo filme


O diretor americanense André Luis Camargo iniciou a pré-produção de seu novo longa metragem, que se chamará “Tração”. Baseada nos gêneros de ação e perseguição, a obra terá entre os integrantes do elenco Luciano Szafir, André Ramiro e Marco Luque, de acordo com o cineasta.

Na trama, Antônio João Xavier, conhecido nas pistas como Ajax (André Luis) é um competidor de corrida de moto profissional. Quando uma dívida antiga é cobrada e ele não consegue pagar, o poderoso Bambino (Luciano Szafir) sequestra sua filha Isadora, de 18 anos, como pagamento.

Foto: Divulgação
André Luis durante gravações do longa “Máscaras”: novo projeto em andamento

Ao passo que o primeiro longa dirigido por André é um suspense psicológico (“Máscaras”) e o segundo mistura esse gênero com a comédia (“Amor, Confuso Amor”), “Tração” deve seguir por uma linha completamente diferente, baseado nos heist movies (filmes de assalto ou de perseguição), principalmente na forma de enquadrar e movimentar as câmeras, segundo o cineasta.

“Vou ter grips [movimentação de câmera] em carro, grips em moto, muita grua, muito drone acompanhando essas perseguições. Vai ser um filme de adrenalina mesmo”, explica André.

De acordo com ele, será uma produção nos moldes de “Velozes e Furiosos”, mas em duas rodas. “Eu encomendei o roteiro para o James [Salinas, que também roteirizou os dois primeiros longas do diretor] há um ano e passei para ele algumas estruturas que eu gostaria de trabalhar, que são bem parecidas com ‘Velozes e Furiosos’, de amizade acima de tudo, de que família é o que prevalece”, acrescenta André, que foi corredor profissional de motovelocidade por cerca de dez anos, até 2002.

O contato com os atores veio de trabalhos anteriores. André já tinha trabalhado com Szafir e Ramiro em outros longas e mantido contato com Luque para um projeto no qual não conseguiu encaixá-lo.

“Ele [Szafir] curtiu muito a proposta e resolveu entrar na parceria, inclusive, como sócio. Nessa conversa, a gente decidiu que nós iríamos atuar. Eu faria o Ajax e o Bambino. Ele gosta de fazer os vilões”, conta André.

Para viabilizar a produção, a equipe busca apoiadores públicos e privados, com prefeituras e grandes empresas da região. “É um projeto com alto poder comercial uma vez que retrata o universo de esportes a motor como motocross, motovelocidade, corrida de carros e corrida de drones”, aponta André. Há reuniões agendadas com representantes da Confederação Brasileira de Motociclismo e de prefeituras da região, para possíveis parcerias.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora