‘Não choro seu fim’, afirma Miguel Falabella sobre o ‘Vídeo Show’

"Há uma única constância no universo: a mudança", avaliou o ex-apresentador do programa da Rede Globo


Ao saber do fim do programa Vídeo Show, anunciado pela Globo nesta terça-feira, Miguel Falabella publicou um “testemunho” sobre sua passagem como apresentador da atração, entre 1987 e 2002.

“Só amor e gratidão por este programa que ficou no ar por mais de trinta anos. Fui muito feliz ali, agradeço ao Boni a oportunidade de ter me deixado capitanear o show por 15 anos. ”

Foto: Divulgação / TV Globo
Em 1987, Falabella assumiu a bancada em definitivo e passou a apresentar o “Vídeo Show” nas tardes de sábado

Miguel ainda relembrou sua segunda passagem pelo Vídeo Show, ocorrida a partir de 2015: “Depois, voltei para os encerramentos, homenageei amigos em Memória Nacional e agora sopro a vela, junto com toda a equipe, com o coração tranquilo.”

“Foi um prazer e uma honra ter vivido o que vivi nesse programa. Não sei de audiências, de mudanças, disso ou daquilo. Sei das relações que ali eu criei, da família que fomos um dia, numa casa atrás de tudo, no Teatro Fênix.”

“Mas não choro seu fim. Há uma única constância no universo: a mudança. Vamos em frente! Obrigado sempre!”, encerrou.

Confira a íntegra do testemunho de Miguel Falabella:

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!