Kevin Spacey pede dispensa de tribunal para evitar ‘publicidade negativa’

Spacey diz que sua presença no tribunal para a acusação formal de assédio sexual a um jovem ampliaria publicidade negativa gerada pelo caso


Advogados de Kevin Spacey pediram a juiz para dispensar o ator de audiência marcada para 7 de janeiro em Nantucket, Massachusetts. Spacey diz que sua presença no tribunal para a acusação formal de assédio sexual a um jovem “ampliaria a publicidade negativa já gerada pela conexão com este caso”.

Foto: Lic. Marcos Gasparutti via Visualhunt - CC BY-SA
Kevin Spacey pediu dispensa de tribunal onde responderá por assédio sexual

Spacey diz em documentos recebidos pelo Tribunal Distrital de Nantucket na segunda-feira, 31, que se declara inocente e acredita que deveria ser dispensado de comparecer de acusação.

Os promotores pediram ao juiz para negar o pedido de Spacey.

O ator ganhador de Oscar, de 59 anos, é acusado de assediar sexualmente um homem de 18 anos em um restaurante de Nantucket em 2016. Ele é acusado do crime de atentado ao pudor.

A advogada de Spacey, Juliane Balliro, diz nos documentos que a presença no tribunal apenas “aumentaria o interesse negativo da mídia no caso” e poderia elevar a influência sobre o grupo de jurados. (com agências internacionais)

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!