“Impuros” mostra os dois lados da guerra do tráfico

Produção original brasileira mostra cenário onde onde todos os personagens são heróis e vilões dentro de suas realidades


Produção original brasileira, a série “Impuros” mostra os dois lados da guerra do tráfico, onde todos os personagens são heróis e vilões dentro de suas realidades.

Foto: Divulgação
Impuros

Gravada no Rio de Janeiro e Montevidéu, e baseada em fatos reais do contexto social, político e econômico dos anos 1990, “Impuros” retrata a guerra e a profissionalização do narcotráfico no Rio de Janeiro, mostrando as mudanças nas regras do jogo, na sociedade e nas instituições através da história de Evandro do Dendê (Raphael Logam), um jovem nascido e criado nas favelas cariocas que sonhava em ser um homem de negócios.

Mas, quando a polícia mata seu irmão traficante, decide buscar vingança e acaba se convertendo em um dos principais líderes do tráfico na América Latina. No lado oposto, está Vitor Morello (Rui Ricardo Diaz), policial federal experiente que se vê derrotado e subutilizado pelas burocracias da instituição e cujo trabalho serve como válvula de escape para o seu temperamento autodestrutivo e pessimista em relação à vida.

A nova temporada da série conta os novos desafios de Evandro após se tornar o principal traficante do Brasil: sair da prisão, matar seus inimigos e recuperar as rotas do narcotráfico internacional.

O Fox App disponibiliza os episódios a partir desta segunda-feira (11).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora