‘Estou em recesso’, brinca Ana Maria Braga sobre relacionamentos amorosos


Ana Maria Braga está há duas décadas na TV Globo, no comando do Mais Você. O programa, que vai ao ar de segunda a sexta-feira ao vivo, completou vinte anos nesta sexta-feira, 18. E não é fácil estar exposto durante tanto tempo e manter a vida pessoal ilesa.

Ao atender a reportagem do E+ (seção de entretenimento do portal do jornal O Estado de S. Paulo) com exclusividade, a apresentadora havia acabado de sair de uma reunião de pauta para definir os assuntos do Mais Você do dia seguinte. Durante a conversa, era possível ouvir o latido dos cachorrinhos que acompanham Ana no estúdio da emissora, no Rio de Janeiro.

Apesar da maquiagem que faz todos os dias ao se levantar e ao tirá-la quando vai se deitar, Ana Maria revela que não consegue vestir máscaras sociais. “Nem tem a avó, a amiga, a filha. Sou tudo eu mesma. Quando não estou bem, obviamente tem dias que a gente não está bem, de mau humor, eu não saio. Acho que devido a exposição alta minha ao longo dos anos, as pessoas criam uma imagem e se eu sair e não estiver em um bom dia para as pessoas que carinhosamente vem falar comigo, melhor não ir a lugar nenhum. Eu lido muito com a verdade”, ressalta.

Ana Maria Braga se agarra a transparência e, com isso, conquista o público há décadas. No entanto, se quiser ficar quietinha, se isolar em momentos de tristeza, não consegue. Esse é um preço pago pela grande exposição, mas que ela encarar com coragem.

Um exemplo foi quando ela perdeu a cadela Belinha, após 15 anos de convivência. “Quando ela morreu, graças a Deus era final de ano e eu não estava no ar. Mas quando voltei a trabalhar, 15 dias depois, eu chorava no ar todos os dias. Qualquer coisa eu estava muito sensível e quem acompanha minha vida sabe. A alegria existe em mim, mas é uma alegria triste. Quando perdi a minha mãe foi a mesma coisa. E é natural que isso aconteça. A minha vida é exposta na televisão. Quando eu largava de marido, as pessoas sabiam. Quando tive câncer, a mesma coisa”, lembra.

Relacionamentos amorosos

Ao ser perguntada sobre casamento, Ana Maria Braga evita responder quantos teve, mas se considera “defensora do amor”. “Eu adoro casar! Acho que casar é um ato de amor. A pessoa só casa se está apaixonada. Eu vivo incentivando todo mundo, mas agora estou em um período de ‘recesso parlamentar'”, diverte-se.

Agora, solteira, apresentadora conta que está aproveitando a liberdade para se redescobrir: “Fiquei muito tempo casando, ‘descasando’, namorando e largando. De repente, há dois anos, achei que era o momento de dar um tempo e saber como é. Porque eu tenho a necessidade de ficar com as pessoas, gosto muito de gente, de estar apaixonada. Pensei: ‘Não, espera, preciso aprender a conviver comigo só’. Me dei isso de presente. Gosto muito de ficar comigo em casa, gosto de ler. O tempo passa muito rápido. Atualmente, gosto de estar só com meus momentos, que não têm preço.”

A culinária na vida de Ana Maria Braga

Aprender e aprender sempre. Essa é a filosofia de vida de Ana Maria Braga, que ficou conhecida desde sempre por ser uma culinarista de ‘mão cheia’. Desde os tempos de Record TV, a apresentadora já ensinava as receitas mais deliciosas para os telespectadores.

Mas qual será o prato predileto dela? Ana Maria revela que é uma receita de família: “É o feijão da minha vida. Se chama ‘feijão encaralhado’. É um feijão emocional, na verdade. Ele vem da minha infância e venho aprendendo ao longa da vida, com as minhas tias, que é feito no fogão a lenha. A gente vem melhorando e acrescentando coisas e é realmente muito bom”, conta.

Se você se animou e quer experimentar o prato preferido da apresentadora, confira a receita no seguinte endereço na internet: https://anamariabraga.globo.com/receita/feijao-encaralhado

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora