Bruno Cardoso, do Sorriso Maroto, tranquiliza fãs após cirurgia


O cantor Bruno Cardoso, do Sorriso Maroto, tranquilizou seus fãs após ter sido submetido a uma cirurgia para tratar um derrame pleural.

O anúncio foi feito algumas horas após o término do procedimento, na noite da última sexta-feira, 9: “Deu tudo mais que certo! Obrigado a todos pelas mensagens nas redes, WhatsApp ou quaisquer formas de recado. A todas as orações, religiões e crenças”.

“Não vejo a hora de logo estar com vocês. Fazer música, levar alegria e amor, agora sem nenhuma dor me incomodando. Vou cantar com todoas a alegria e oportunidade de estarmos juntos. Brindar à vida, pois o melhor dessa vida é viver de coração! Já volto!”, concluiu.

Na última quinta-feira, 8, o grupo Sorriso Maroto anunciou o adiamento de shows por conta de uma cirurgia pela qual passaria o vocalista do grupo, Bruno Cardoso.

“Bruno Cardoso precisa passar por um procedimento para solucionar um problema de derrame na pleura (água na pleura), diagnosticado recentemente em decorrência de fortes dores musculares nas costas”, informou comunicado oficial divulgado pelo Sorriso Maroto na ocasião.

O cantor já vinha se apresentando com dores há cerca de um mês, tendo detectado a alteração em seu pulmão recentemente.

“O procedimento é simples, não tem relação com a miocardite recém tratada e praticamente curada por Bruno”, garante a nota.

Bruno Cardoso será operado na próxima sexta-feira, 9, e, a princípio, a previsão é de um repouso de cerca de um mês, com volta aos palcos prevista para a primeira quinzena de setembro.

O comunicado ainda trouxe um comentário do próprio vocalista: “será um procedimento simples, mas necessário. O tempo de recuperação é rápido e eu estou muito feliz em poder resolver essas dores que tanto me incomodam, ainda mais com as recentes notícias de evolução na melhora do coração. Em breve estou de volta aos palcos, melhor que antes”.

Em 2018, Bruno Cardoso também se afastou dos shows do Sorriso Maroto por conta de uma pneumonia e da descoberta de um problema cardíaco, a miocardite. Ele foi substituído por outros artistas como Mumuzinho, Dilsinho e Thiago Martins.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora