‘Brega & Chique’ é cancelada e substituída por ‘Vale Tudo’

Uma verdadeira dança das cadeiras tem marcado a programação do canal pago Viva


Uma verdadeira dança das cadeiras tem marcado a programação do canal pago Viva. A deliciosa novela “Brega & Chique”, de Cassiano Gabus Mendes e estrelada por Marília Pêra e Glória Menezes, chegou a ser confirmada como substituta de Sinhá Moça em agosto, mas sua exibição no canal foi cancelada. Em seu lugar, será exibida novamente Vale Tudo, escrita por Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères.

Outra novela prevista para estrear no canal, “Roda de Fogo” também não será mais exibida e, em seu lugar, entrará A Indomada. Segundo o Viva, “Roda de Fogo” e “Brega & Chique” foram substituídas “por decisões de programação do canal”, sem dar mais detalhes sobre as razões das mudanças.

Foto: Divulgação
Canal Viva fez mudanças em sua programação após reclamações

“’Vale Tudo’, que chegará ao canal em junho de 2018, foi uma das três primeiras novelas exibidas pelo Viva em sua estreia, em 2010. Queremos presentear o nosso telespectador, que tanto nos pediu uma homenagem pelos 30 anos da história de Gilberto Braga e Aguinaldo Silva, e dar a chance a muitas pessoas que não tiveram a oportunidade de assistir a este clássico da teledramaturgia”, afirma a assessoria do canal.

E continua: “Já “A Indomada”, que será exibida a partir de julho de 2018, é um dos grandes sucessos de Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares, que misturaram realismo fantástico, cultura nordestina e hábitos ingleses de forma bem-humorada. Ambientada na fictícia Greenville, a novela tem no elenco nomes como Adriana Esteves, Eva Wilma, Selton Mello, Renata Sorrah, Ary Fontoura, Cláudio Marzo, entre outros”.

CRÍTICAS

Ainda no canal, o encurtamento de “Bebê a Bordo” tem sido alvo de críticas. A baixa audiência da novela de Carlos Lombardi tem sido apontada como o principal motivo das edições feitas nos capítulos.

Quando foi exibida, na TV Globo, entre 1988 e 1989, “Bebê a Bordo” trouxe uma linguagem inovadora e até anárquica para a faixa das 19h, ao misturar trama ágil, diálogos bem-humorados e temas pouco usuais em folhetins da época, como o da mãe solteira – que dá à luz sua filha dentro do carro enquanto foge da polícia e não sabe ao certo quem é o pai de sua filha. O público atual teria rejeitado essa combinação 30 anos depois de a novela ter ido ao ar pela primeira vez?

Após as críticas, o Viva comunicou, em suas redes sociais, que os capítulos de “Bebê a Bordo” já estão disponíveis, na íntegra, no Viva Play. Não foi o suficiente para acalmar os ânimos e muitos assinantes continuaram reclamando sobre a decisão do canal.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!