02 de março de 2021 Atualizado 22:34

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura

Brincando com a saudade

Após isolamento, Mônica Martelli se empolga por voltar às gravações no “Saia Justa de Verão”

Por Geraldo Bessa_Tv Press

06 fev 2021 às 11:07

A primeira chance de Mônica na tevê foi através da comédia, ao lado de Chico Anysio - Foto: Divulgação_Tv Globo

Mônica Martelli é do tipo que sempre olha para frente. Isolada ao longo de 2020 por conta da pandemia, a atriz e integrante do “Saia Justa”, do GNT, aproveitou a pausa forçada em sua agenda sempre agitada para desacelerar, o que não quer dizer que ela parou de pensar em trabalho.

“Foquei nas coisas que eu gostaria de fazer quando a situação ficasse mais tranquila. A televisão teve de se adaptar a um esquema de segurança que nunca vimos. O programa voltou ao ar de forma remota, mas não era a mesma coisa”, conta.

Feliz com a temporada de verão, que juntou novamente o quarteto formado pelas cantoras Pitty e Gaby Amarantos e a apresentadora Astrid Fontenelle, Mônica assume a saudade da troca de olhares e das risadas que marcam as gravações protagonizadas pelas quatro. “Essa nossa interação é o que torna o programa interessante. O modo com que uma reage ao comentário da outra é muito revelador. Senti falta dessa proximidade”, ressalta.

As gravações ocorreram no final do ano passado e tiveram como locação a suntuosa Fundação Maria Luisa e Oscar Americano, em São Paulo, um cenário que celebra o encontro da natureza com a tecnologia. O papo fluiu de forma tão natural entre as quatro que Mônica assume que ficava triste ao final de cada dia de trabalho. “Gravamos dois programas de verão em um dia e tudo fluiu muito gostoso. Quando acabou a diária, falei com as meninas: ‘gente, eu gravaria mais dois!’“, confessa, entre risos.

Apesar de contar com uma equipe limitada, ela pode matar as saudades de um esquema de bastidores mais tradicional da tevê. Nas edições remotas do “Saia Justa”, Monica acabou tendo de cuidar de todos os detalhes técnicos que envolviam as transmissões.

“Nem posso reclamar muito de trabalhar de casa, pois foi a forma que encontramos de nos expressar e salvar vidas, literalmente. Mas é um esquema de trabalho que cansa mentalmente. É claro que tivemos o suporte do canal e da produtora, mas cada uma teve de cuidar de todos os detalhes técnicos ao longo desses encontros virtuais”, explica.

Viajante inveterada, Mônica aproveitou a temporada de verão do “Saia Justa” para brincar com a saudade que sente de entrar em um avião e acordar em outra cidade. No quadro “Mônica Viajando”, com a ajuda de chroma key, a apresentadora faz um “tour” por diferentes cenários turísticos, vivenciando situações engraçadas e, muitas vezes, confusas.

Próximas viagens
Enquanto fica apenas no “fundo verde”, ela já faz planos de quais viagens fará assim que a vacina for amplamente aplicada ao redor do mundo e as fronteiras se abrirem novamente para o Brasil. “Quero comer na Itália, andar em Paris, ir para Londres, Nova Iorque. Quero ir para todos os lugares. Só a sensação de poder pegar um avião, fazer uma mala, para mim, já vai ser emocionante, independentemente do lugar que eu for”, detalha.

Natural de Macaé, interior do Estado do Rio de Janeiro, a primeira chance de Mônica na tevê foi através da comédia. Ao lado de Chico Anysio, ela fez diversas personagens no humorístico “Chico Total”, de 1996. Na sequência, estreou em novelas na pele da secretária Paula de “Por Amor”.

“Foram meses apenas atendendo ao telefone. Esses dias revi umas cenas de “Por Amor” e lembrei de como meu início foi difícil”, brinca. Depois de outras personagens menores em tramas como “Beleza Pura” e “Ti-Ti-Ti”, a sorte de Mônica começou a mudar a partir do sucesso da peça “Os Homens São de Marte… E é Pra Lá Que Eu Vou”, sucesso que também foi adaptado para o cinema e televisão.

“É um projeto que já me acompanha há muitos anos e que fala de amor. O público se identifica muito quando o assunto é desilusão amorosa. Virei uma especialista no assunto”, brinca.

Um dos nomes mais fortes do GNT, em 2021, ela desenvolve um novo programa solo para o canal. O tema da nova produção girará em torno das relações humanas, assunto preferido de Monica. No entanto, ela promete inovação na abordagem. “Está tudo na fase de pré-produção. O piloto foi aprovado e estou aguardando o início das gravações”, avisa.

Publicidade