12 de julho de 2020 Atualizado 20:10

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Cultura

Atriz de ‘Senhora do Destino’, assume posto na Funarte que já foi Alvim

Por Agência Estado

28 fev 2020 às 13:16 • Última atualização 28 fev 2020 às 16:55

Após passar pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, da ministra Damares Alves, e pelo Centro de Artes Visuais da Fundação Nacional das Artes (Funarte), a jornalista e atriz Naura Schneider foi anunciada para assumir a direção do Centro de Artes Cênicas da Funarte, posto que já foi do diretor teatral Roberto Alvim. As informações foram publicadas pelo ministro do Turismo, Marcelo Henrique Teixeira Dias, no Diário Oficinal da União, desta sexta, 28.

Naura participou das novelas Mulheres Apaixonadas (2003) e Senhora do Destino (2004), da TV Globo.

Em 2016, estreou Vidas Partidas, filme de Marcos Schechtman, com Domingos Montagner. No longa, ela interpretou uma mulher que sofre violência doméstica.

Formada em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Maria, Naura tem pós-graduação em Cinema e foi repórter da TV Globo Rio nos anos 1990 e 1993, de acordo com currículo disponível no site do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Na pasta da ministra Damares, Naura ocupou o cargo comissionado de diretora do Departamento de Ações Temáticas da Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres. Ela foi demitida em maio de 2019 e, em julho, assumiu a direção do centro de artes visuais da Funarte.

Nauta é produtora dos documentários Silêncio das Inocentes (2010), e Flores de Pilões, sobre violência contra mulheres.

Na ficção, também integrou o elenco de Dias e Noites (2008), ao lado de Antonio Calloni, Dan Stulbach, no filme de Beto de Souza.