Instituto CPFL recebe pinturas do MAM

Exposição apresentará ao público uma seleção de 35 pinturas, incluindo criações de artistas como Flávio de Carvalho, Iberê Camargo e Leda Catunda


O Museu de Arte Moderna de São Paulo leva obras de sua coleção para a Galeria de Arte do Instituto CPFL, em Campinas, com a exposição “Tinta Sobre Tinta: acervo do MAM no Instituto CPFL”, que apresentará ao público uma seleção de 35 pinturas, incluindo criações de artistas como Flávio de Carvalho, Iberê Camargo, Leda Catunda, Paulo Pasta e Tomie Ohtake.

A exposição fica em cartaz entre hoje e 30 de novembro e terá peças que evidenciam a herança da pintura impressionista no Brasil.

Foto: Iberê Camargo / Reprodução
A obra “Nu”, de Iberê Camargo, é uma
das que pode ser vista na exposição do Insituto CPFL

“O impressionismo inovou tecnicamente ao fazer uma obra final apenas com a primeira camada de esboço pintado. Na tradição acadêmica, esse primeiro esboço era feito com a tinta pouco diluída e sem suavização do encontro entre os matizes cromáticos, algo que os impressionistas apresentavam como obra final. Tal herança foi elaborada pela pintura ao longo do último século como sinal de modernidade”, explica o curador do MAM São Paulo, Felipe Chaimovich.

Nesta exposição, serão mostrados trabalhos de pintores que deram diferentes tratamentos à exploração da materialidade das tintas. Com obras que datam entre 1935 e 2012, “Tinta Sobre Tinta: acervo do MAM no Instituto CPFL” revisita momentos importantes desta técnica na história da arte moderna e contemporânea brasileira.

Acontece: A exposição “Tinta Sobre Tinta: acervo do MAM no Instituto CPFL” fica no espaço até 30 de novembro. O instituto fica na Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1632, Chácara Primavera. A entrada é gratuita e o horário de funcionamento é de segunda e terça-feira, das 9h às 18h, de quarta a sexta-feira, das 9h às 19h, e nos sábado e feriados, das 10h às 16h.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora